5 transformações ocasionadas pela internet das coisas nas empresas!

5 transformações ocasionadas pela internet das coisas nas empresas!

Já faz tempo que os smartphones deixaram de ser objetos de luxo e se tornaram dispositivos básicos de comunicação para boa parte da população. Com eles, conseguimos permanecer conectados o tempo inteiro e em qualquer lugar — o que aumentou bastante nosso potencial produtivo. Esse mesmo raciocínio da troca de informações rápida e da constante interação baseia a tecnologia da internet das coisas nas empresas.

A seguir, explicamos do que se trata a internet das coisas, apresentamos as transformações que essa novidade causou e também citamos alguns benefícios que a IoT trouxe para as empresas. Continue a leitura e confira!

O uso da internet das coisas nas empresas

A internet das coisas — internet of things (IoT), em inglês — consiste na instalação de uma rede própria para a comunicação não de pessoas, mas de objetos. Nesse sentido, é possível que um dispositivo eletrônico informe a outros dispositivos sobre o seu estado, permitindo que objetos conectados reajam às operações uns dos outros e/ou que usuários se mantenham informados a distância.

Essa é uma concepção que se encaixa perfeitamente às tecnologias de automação que já conhecemos. Combinando-as, é possível que um objeto detecte, por meio dos seus sensores, as transformações do mundo, processe essas informações, reaja de forma programada e avise aos demais dispositivos o que foi feito para que eles também possam agir.

É o caso, por exemplo, de prateleiras capazes de avaliar se estão vazias ou se a validade dos produtos que armazenam está próxima do fim e de enviar essas informações em tempo real para a gestão do estoque. Desse modo, a logística da empresa é facilitada.

Também é o caso de prédios inteligentes que, por meio da análise das imagens de câmeras e sensores de temperatura e movimento, conseguem fazer o controle do acesso dos funcionários, bem como regular a iluminação e a climatização do ambiente. Portanto, contribuem para a manutenção de um ambiente mais seguro e confortável e economizam energia elétrica.

O papel do gestor de TI frente a uma tecnologia poderosa é pensar em como incorporá-la a determinados processos da empresa, de modo a aumentar sua eficiência, ou mesmo torná-la mais simples para os seus colaboradores.

As cinco transformações causadas pela internet das coisas

Por ser uma tecnologia disruptiva, ou seja, por romper com os modos já estabelecidos de pensar em determinados problemas e de propor suas soluções, é claro que a presença da internet das coisas nas empresas é acompanhada de algumas transformações. Conheça cinco delas a seguir!


1. Aumento da produtividade

Antes de existir a comunicação entre as máquinas, a conversa acontecia pela mediação das pessoas. Sendo assim, era necessário que cada equipamento fosse capaz de exprimir o seu estado a um operador, o que permitia que ele desse novas ordens a outros dispositivos, de modo a dar prosseguimento a um determinado processo.

No momento em que as máquinas conseguem se comunicar entre si, essa mediação não é mais necessária. Elas mesmas são capazes de dar continuidade a esses processos, trocando informações umas com as outras e seguindo as ordens de um protocolo já estabelecido.

Uma vez que essa comunicação passa a ser instantânea, é possível obter os mesmos resultados — ou até resultados mais precisos — em menos tempo.

2. Novos canais de coleta de dados

Os registros das trocas de informações gerados pelos dispositivos tornam-se mais um conjunto de dados centralizado à disposição da gestão. Com eles, será possível observar falhas ou irregularidades nos processos que seriam difíceis de identificar caso fossem os colaboradores que mediassem.

Por serem atualizados em tempo real, esses relatórios são bem mais ágeis quando produzidos pelos próprios dispositivos do que se fossem elaborados manualmente por um funcionário.

3. Gestão qualificada

A análise desses dados, por sua vez, proporciona à gestão uma compreensão mais profunda do que ocorre na empresa, em seus diversos setores, desde a cadeia produtiva até a interação com o cliente.

Com esse conhecimento, a gestão da empresa passa a ter informações muito mais concretas para basear suas decisões futuras. Passa a ser mais fácil, por exemplo, determinar como alguns processos limitam a produção, o que abre a oportunidade para redesenhá-los, aumentando a sua eficiência.

4. Maior segurança das informações

Essa é mais uma transformação baseada na ausência do mensageiro: se a comunicação entre os dispositivos se dá de forma direta e numa rede segura, as chances de pessoas não autorizadas terem acesso às informações sobre esses processos diminuem.


É claro que isso também depende de como forem estabelecidas as políticas de acesso, mas, de todo modo, quanto menos pessoas forem necessárias em determinados processos, mais seguros estarão os segredos da sua empresa.

5. Mais conhecimento sobre o público-alvo

A possibilidade de se comunicar com objetos que estão nos pontos de venda ou em outros espaços de interação com o consumidor oferece um novo canal de interação entre a marca e o público-alvo.

Além, é claro, de ser uma oportunidade de coletar dados valiosos sobre o seu comportamento ou perfil de consumo, que podem ser utilizados para repensar diversos processos — do design do produto ou serviço às campanhas de marketing e pós-venda.

Os benefícios da IoT nas empresas

Tendo em vista essas transformações, podemos depreender uma série de benefícios da internet das coisas nas empresas, seja no aprimoramento da gestão da empresa ou na otimização da sua logística, por exemplo.

Em linhas gerais, podemos retomar o aumento da segurança da informação, a maior facilidade na customização de processos, o aumento da produtividade, a possibilidade de conhecer melhor o cliente e o acúmulo de dados valiosos para futuras análises dos gestores.

Sabendo disso, tudo o que a sua gestão precisa para aproveitar as vantagens que a internet das coisas nas empresas consegue proporcionar é de um planejamento de TI adequado. Desse modo, será possível analisar os processos da empresa e encontrar oportunidades para melhorá-los com o auxílio da IoT.

Que tal ajudar os seus amigos na compreensão do papel da internet das coisas nas empresas? Para isso, compartilhe este post nas suas redes sociais!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *