Internet das Coisas (IoT): como ela mudará nossas vidas?

Internet das Coisas (IoT): como ela mudará nossas vidas?

era da hiperconectividade chegou! A Internet das Coisas (ou apenas IoT, de Internet of Things), junto com infraestruturas de cloud computing e as redes móveis de alta velocidade estão criando novos serviços que moldam a maneira como vivemos e tornam várias partes do nosso dia a dia mais práticas e eficazes.

Tudo isso passa pelas áreas da saúde, indústria, logística e até pelo comércio. Quer saber como? Então veja neste post como a Internet das Coisas vai revolucionar o nosso dia a dia!

A IoT no ambiente de negócios

Para empresas, a Internet das Coisas será fundamental para a sobrevivência e criação de novos modelos de negócios. Graças a essa categoria de dispositivos, os empreendimentos conseguem criar serviços mais inteligentes, otimizar as suas estratégias e garantir uma alta capacidade de atender às demandas do mercado.

análise do perfil do consumidor é um dos principais pontos em que isso se faz presente. Os dispositivos da IoT criam uma nova camada de dados sobre clientes que, integrada a mecanismos de análise de dados, auxilia na criação de um perfil de consumo muito mais preciso.

Com o apoio de sensores e mecanismos de análise de imagens uma rede de lojas pode, por exemplo, criar um layout mais lucrativo para cada uma de suas unidades. Ao avaliar como cada perfil de consumidor se movimenta dentro do ponto de vendas — e os produtos que mais chamam a sua atenção —, o empreendimento identificará quais são as formas mais rentáveis de posicionar as suas mercadorias e definir estratégias de vendas. Assim, as chances de obter mais lucro será muito maior.

Já uma academia pode utilizar sensores para reduzir custos e criar uma experiência mais atraente para seus associados. Ao verificar quais são os equipamentos mais utilizados, o negócio conseguirá realizar investimentos mais eficazes em novos dispositivos, organizar o seu layout de forma mais inteligente e distribuir recursos sem desperdício. Além disso, termostatos poderão ajustar a temperatura automaticamente para gerar um melhor uso de energia elétrica.

Influência no ambiente doméstico

No ambiente doméstico, a Internet das Coisas também está presente. Essa é uma das aplicações com maior potencial e negócios devem estar atentos para as oportunidades de vendas aqui presentes.


Aparelhos como termostatos conseguem acionar o sistema de ar-condicionado com base nos hábitos do usuário. É possível programar um aquecedor para ser acionado quando o morador estiver voltando para a sua casa, seja por comandos em um aplicativo, agendamento online ou pelo GPS da pessoa. Isso reduz custos de energia, além de tornar o dia a dia mais agradável.

Além disso, as compras de novos produtos se tornam mais ágeis, como é o caso do Amazon Dash. Esse pequeno botão conectado a uma rede Wi-Fi pode ser espalhado pela casa do usuário para simplificar o processo de compra de itens de uso diário. Com apenas um toque um novo pedido de compra é feito automaticamente, o que torna a aquisição de pequenos itens muito mais simples.

A internet das Coisas na área da Saúde

Na saúde, a Internet das Coisas cria experiências mais precisas, diminui riscos e torna tratamentos muito mais eficazes. Com o apoio de sensores inteligentes, médicos conseguem acompanhar a evolução de uma série de dados de seus pacientes em tempo real.

A coleta de dados sobre itens como o nível de oxigenação do sangue, os batimentos cardíacos e o nível de atividade física diária pode ser feita continuamente. Quando forem enviados para a instituição de saúde, esses dados facilitarão a criação de um perfil mais preciso sobre cada paciente e a evolução de tratamentos. Dessa forma, diagnósticos se tornam mais precisos e seguros.

Nas atividades físicas praticadas diariamente, a Internet das Coisas também tem o seu papel. Relógios inteligentes e aparelhos dedicados são utilizados para que o atleta consiga coletar um número muito maior de informações sobre a sua performance. Assim, fica muito mais fácil identificar pontos que necessitam de atenção e como atingir o máximo de resultado a cada rotina de atividades.

Benefícios da IoT para a Indústria

A indústria é outro setor que pode ganhar uma série de benefícios com a Internet das Coisas. Da manutenção de ativos aos processos de logística, essa tecnologia prolongará a vida útil de equipamentos, reduzirá custos e riscos. Assim, gestores conseguem criar um fluxo de trabalho contínuo, livre de falhas na infraestrutura e interrupções não programadas.

Espalhados pelo chão da fábrica, sensores de vibrações pode ter um papel chave para a detecção de problemas em uma máquina. Ele avaliará constantemente o estado de funcionamento dos dispositivos, emitirá alertas e dará aos times de manutenção a capacidade de agir rapidamente para executar rotinas de reparo. Assim, o impacto de um problema sempre será o menor possível.


Já nos processos de logística, a IoT reduz custos e etapas para garantir uma alta aderência a prazos. A análise do ponto em que um produto se encontra no processo de entrega será feita em tempo real — e com alta precisão. Além disso, os processos serão mais automatizados, o que reduzirá drasticamente os erros.

Com um maior número de dados sobre como um produto é entregue, gestores podem identificar problemas e criar rotinas muito mais eficazes. Dessa forma, o negócio poderá identificar gargalos, evitar atrasos e criar uma rotina com maior nível de automação. Assim, as chances de fidelizar cada cliente e parceiros comerciais serão muito maiores.

Em outras palavras, a IoT é uma tecnologia que revolucionará todos os aspectos das nossas vidas. Indústrias terão cadeias operacionais mais inteligentes e ágeis e empresas de vendas poderão criar estratégias com um foco maior em seus consumidores — o que evitará riscos e maximizará a sua rentabilidade.

Para o usuário comum, a Internet das Coisas pode ser vista como uma forma de otimizar todas as rotinas do seu dia a dia. Tratamentos de saúde, exercícios e compras de produtos ficam mais práticos, convergentes e integrados. Assim, todas as experiências de uso relacionadas com a tecnologia ganham qualidade.

No ambiente corporativo, a IoT está inserida na transformação digital. Essa é uma tendência que apareceu nos últimos anos e tem reforçado continuamente o papel da tecnologia como mecanismo de geração de competitividade e otimização de fluxo de trabalho.

Gostou do assunto do post? Então aproveite e saiba mais sobre a transformação digital nas empresas no nosso post sobre o tema!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *