Servidor VPN: quais são os prós e contras de usar

servidor-vpn

Muitas dúvidas surgem quando se fala de servidor VPN, algumas como: “para quê ele serve exatamente? Quais são suas restrições? Quais as vantagens e desvantagens?”. Essas questões são comuns e, por isso, seu uso, em alguns casos, acaba sendo adiado.

O VPN, Virtual Private Network, significa Rede Privada Virtual e, como o próprio nome sugere, ele cria redes de comunicações entre computadores e dispositivos que tenham permissão de acesso.

Você sabe como esse servidor funciona? Já está utilizando em seu ambiente corporativo? Leia nosso post e saiba mais sobre esse assunto da tecnologia!

Afinal, o que é o servidor VPN?

A rede privada virtual, o servidor VPN, é a rede criada em cima de uma estrutura de rede pública. Dessa forma, ela conecta computadores por meio da internet.

Para ter um servidor VPN é preciso de pelo menos duas máquinas conectadas à rede e um software para a gestão dessa rede.

O servidor VPN criptografa os dados e dá número de IPs diferentes, para que não seja identificado o lugar e máquina em que se está utilizando os dados. Esse IP pertence à rede privada da VPN e interliga aos computadores conectados à ela.

Qualquer um pode se conectar ao VPN sem estar fisicamente no local em que estão centralizadas as informações, desde que tenham acesso autorizado para isso.

E esse é um ótimo recurso para as empresas. Pois, dessa forma, seus dados, principalmente os sigilosos, ficam protegidos e é possível até mesmo se conectar em redes públicas de forma segura.

Quais os protocolos de VPN?

Muito se fala sobre protocolos, mas nem todos conhecem suas funcionalidades e sua importância. Eles são essenciais na escolha do servidor VPN, já que é um elemento vital para esse serviço.

Os protocolos são a combinação de transmissão e de padrões de criptografia, que concedem rápido acesso e segurança aos servidores VPN.

Dentre os vários tipos existentes, destacam-se:

PPTP

Como uma extensão do Point-to-Point Protocol (PPP), o PPTP (Point-to-Point Tunneling Protocol) é um protocolo de servidor VPN muito utilizado e suportado pelos dispositivos. Ele possui uma criptografia mais básica, o que pode deixar a desejar na questão de segurança dos dados. No passado, inclusive, muitas foram as falhas e problemas que esse protocolo causou.

Contudo, essa característica também faz com que ele seja mais rápido do que outros modelos de protocolo VPN, além de possuir configuração mais simples. A maior parte das falhas de segurança também já foram resolvidas nas versões mais atuais do PPTP. O que pode fazer com que essa maior agilidade compense em detrimento de uma menor segurança para algumas empresas.

O funcionamento do PPTP também é relativamente simples. O que ele faz é encapsular os protocolos IP em datagramas de PPP. Depois, o servidor efetua todas as configurações de segurança para tornar mais seguro o envio dos dados e passos posteriores.

L2TP

O L2TP (Layer 2 Tunneling Protocol) consegue garantir confidencialidade, autenticação e integridade de dados, o que assegura maior proteção. No entanto, nada disso é oferecido pelo protocolo por si só. Pois ele se baseia em um protocolo de criptografia IPSec para proporcionar a privacidade necessária aos usuários da rede.




As ligações do L2TP são conhecidas como linhas virtuais e oferecem mais facilidades para aqueles que utilizam o servidor de forma remota. Isso porque ele possibilita que o servidor da rede VPN de uma organização consiga gerir os endereços IP atribuídos aos seus usuários. Assim, garantindo proteção e privacidade. 

IPSec

IPSec (Internet Protocol Security) oferece transferência estável de dados pela rede pública ou privada. Uma extensão do protocolo IP (Internet Protocol), ele visa garantir mais segurança na comunicação, utilizando-se de serviços de segurança criptográficos. 

Sua forma de funcionamento se dá da seguinte maneira: é necessário pegar um pacote IP privado, criptografar, autenticar e dar integridade e depois encapsular os pacotes protegidos para novos IPs a serem repassados.

Com esta maneira operacional, o IPSec se torna um bom protocolo em segurança para as empresas, filiais e usuários remotos. Dentre as suas principais vantagens e benefícios, podemos destacar também o oferecimento de um alto nível de confidencialidade, privacidade e autenticação dos dados e informações que trafegam dentro da rede.

Quais os prós e contras de um servidor VPN?

O uso do servidor VPN é recomendado principalmente para as empresas. Pois consegue manter informações seguras nas comunicações remotas ou em armazenamento em nuvem.

Utilizar um servidor VPN proporciona algumas vantagens para os usuários, são elas:

Segurança

A segurança é um dos itens mais necessários para uma empresa e para suas informações. Perder documentos e dados ou ser invadido por pessoas e arquivos mal-intencionados podem causar muitos danos dentro da organização, com prejuízos que vão muito além do setor financeiro.

E esse ponto é o principal benefício do servidor VPN.  Por usar criptografia dos dados e diversos outros recursos de segurança, ele permite que a navegação seja mais confiável e segura, independente de onde seja usada e em qual rede acessada.

Assim, as empresas conseguem manter suas informações seguras. sem, no entanto, restringir demais o acesso a elas. Dessa forma, os colaboradores podem acessar mais livremente suas ferramentas de trabalho e o negócio ainda ganha em produtividade e oportunidades.

Privacidade

Nos dias de hoje tudo o que se faz online fica online e é muito fácil de ser encontrado. Ter privacidade é algo difícil de ser visto na rede e as informações ficam soltas por aí. Enquanto que para um indivíduo esse não seja um problema tão preocupante assim, para empresas esse é um problema dos grandes.

Imagine, por exemplo, se a equipe de gestão não possui privacidade sobre os meios tecnológicos usados para tomar suas decisões? Ou se as informações trocadas em grupos de trabalho estão desprotegidas e acabam vazando? As consequências dessas e outras situações que a falta de privacidade pode provocar são inúmeras.

O uso do servidor VPN faz com que o que circula na rede não seja acessado por quem não tem essa permissão. Assim, cada indivíduo tem acesso apenas ao que é do seu interesse para o trabalho e nada mais. Como consequência, todas as informações e dados que circulam dentro da rede da empresa acabam sendo mais confiáveis e úteis. 

Por isso, a privacidade de quem usa a rede e da empresa estará garantida, sem riscos de informações importantes vazarem.

Acesso remoto

Ao ter uma rede VPN, aqueles que têm permissão à ela podem acessar de onde estiverem, não importa o dispositivo ou o lugar do mundo, desde que tenham acesso a internet. Isso pode ser interessante para quando os funcionários precisam trabalhar remotamente. Pois, com esse acesso irrestrito, fica desnecessário carregar notebooks da empresa ou anotar informações importantes quando estiverem à distância.

Assim, o trabalho se torna mais simples e há um ganho enorme de produtividade, pois os colaboradores também podem compartilhar e modificar arquivos com outros usuários de forma remota. A empresa também acaba economizando, pois deixa de ser obrigada a investir em equipamentos e outras tecnologias que consigam garantir segurança no acesso remoto e os funcionários podem passar a usar os próprios dispositivos para trabalhar, seja dentro ou fora da empresa.

Custo

Utilizar VPN também tem impactos positivos nos custos da empresa. O servidor VPN é significativamente mais barato do que outras configurações de segurança.

Por utilizarem a rede pública de internet como conexão, diminui-se os custos de implantação e softwares próprios.




Antes de implantar novas ideias, softwares ou equipamentos, além dos benefícios, muito se pensa sobre as desvantagens da novidade.

Por isso, é preciso pesquisar e ponderar para saber qual técnica é vantajosa de fato para sua empresa antes de implantar novos negócios.

Dessa forma, citaremos algumas possíveis desvantagens de um servidor VPN:

Velocidade

Esse é o principal ponto negativo quando se fala de VPN. Ao utilizar esse tipo de servidor, é necessário estabelecer duas conexões.

Por isso, exige uma boa velocidade da rede, e, mesmo assim, ao usar o VPN, nota-se a diminuição de velocidade da internet utilizada.

Dependência da Internet

O acesso remoto é algo muito útil para se trabalhar fora da empresa. Contudo, ao utilizar esse acesso pelo servidor VPN, é preciso sempre estar conectado à internet.

Se a rede tem conexão instável, cai ou se está em lugar sem o acesso à rede, não será possível acessar o servidor VPN e seus dados armazenados nele.

Confiança no Servidor

Muitos são os servidores VPN oferecendo serviços gratuitos, a preços baixos ou aqueles que demandam mais investimento.

É muito importante pesquisar sobre aquele em quem você vai confiar seus dados e considerar o quão garantido é um servidor antes de sua utilização.

Atente-se no atendimento que o provedor oferece. As VPNs mudam com muita facilidade. Por isso, é importante ter um suporte em que a empresa consiga facilmente entrar em contato para resolver os impasses da rede.

Ao escolher qualquer servidor, o uso da VPN pode se tornar uma cilada por não checar o suficiente a confiabilidade do local parceiro.

O servidor VPN facilita a comunicação, deixando-a mais segura e privada. O seu funcionamento pode parecer complexo, por isso é importante ter parceiros de segurança para ter uma infraestrutura adequada.

Você já utiliza as VPNs em sua empresa? Depois de saber um pouco mais sobre seus prós e contras, acha que implantá-las pode ser uma boa ideia?

Consulte nossos especialistas e descubra o melhor servidor VPN para você!

Content Protection by DMCA.com
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *