Armazenamento na nuvem: como manter a segurança dos meus dados?

Armazenamento na nuvem: como manter a segurança dos meus dados?

Uma das principais preocupações de qualquer tipo de empresa hoje é a segurança no armazenamento e no envio de dados e informações importantes para o funcionamento das atividades da companhia. Ataques tornaram-se frequentes nos últimos anos e, diante do impacto cada vez maior que eles podem causar, manter-se protegido é fundamental.

De todas as soluções para manter a infraestrutura de TI mais segura, o armazenamento na nuvem tem se mostrado a tecnologia mais eficaz para assegurar a integridade dos dados da empresa sem perder em rapidez e qualidade. A nuvem não só traz mais mobilidade e economia de recursos para empresas, mas também permite que companhias possam ter um maior controle sobre os seus arquivos e, assim, evitar que vulnerabilidades prejudiquem a rotina de trabalho de qualquer profissional.

No entanto, gestores de TI e donos de empresa devem observar uma série de práticas que podem aumentar a segurança no uso da cloud computing. Separamos, neste post, algumas dicas para você ficar de olho e aplicar no seu dia a dia. Confira!

1. Faça uma boa gestão de senhas

O roubo e a quebra de senhas estão entre as principais técnicas de ataque utilizadas por hackers. Com o apoio de ferramentas apropriadas e páginas de phishing, o acesso a sistemas torna-se mais simples e preciso.

E para proteger-se contra a quebra de suas senhas, você deve ter certeza de que elas podem aguentar uma tentativa de invasão. Existem muitas dicas na internet sobre como criar boas senhas, como misturar letras (maiúsculas e minúsculas), números e caracteres especiais. Esse é um passo básico, que torna mais complexo o trabalho das ferramentas voltadas para esse tipo de ataque.

Outro ponto importante é, além de elaborar uma senha forte e única, ter em mente que você deve mudá-la com frequência e não repeti-la em todas as suas contas e perfis. Para auxiliar nesse processo, os aplicativos de gerenciamento de senhas são cruciais.

Eles armazenam os dados de acesso de diferentes contas em um ambiente criptografado, permitindo que senhas fiquem protegidas e com fácil acesso. Você ainda pode integrar outro aplicativo que cria senhas randomicamente a partir de critérios definidos pelo usuário (como número de caracteres). Dessa forma, você pode manter múltiplas senhas com segurança.




KeePass: uma solução open source para a gestão de senhas

Apesar de ser altamente aconselhável ter muitas senhas diferentes, lembrar delas exige um grande esforço da memória. Não é raro, inclusive, esquecermos e termos um trabalho dobrado para recuperá-las.

Para resolver esse problema, o software open source KeePass organiza suas senhas e reúne todos os seus logins em apenas uma interface, descomplicando a forma de armazenar todas as suas senhas e mantendo-as seguras através de forte criptografia.

2. Mantenha a infraestrutura monitorada com programas como ferramentas antivírus e anti-spy

Você pode estar usando um serviço de armazenamento na nuvem de um provedor altamente confiável, mas, às vezes, o ponto mais frágil de toda a rede pode estar no próprio computador onde você loga na conta da cloud da sua empresa. Justamente por isso, é importante monitorar a infraestrutura interna por completo, evitando que falhas tornem-se ponto de entrada para invasores que possam roubar os documentos da empresa.

Invista sempre em aplicações de monitoramento eficazes, como softwares antivírus e o firewall. Sem a devida proteção do seu sistema, você se expõe a bugs e malwares que podem abrir “buracos”, facilitando a penetração de hackers que podem acessar todos os seus dados na nuvem.

Também faça um uso estratégico dessas aplicações. Por meio das informações sobre o funcionamento da infraestrutura, o negócio poderá identificar gargalos e outros fatores que impactam na performance das soluções de TI. Assim, melhorias podem ser aplicadas para otimizar características que vão além da segurança de informações.

3. Faça backups frequentes de seus dados

Quando o assunto é gerenciamento de dados, não podemos deixar de mencionar o backup. De maneira geral, é uma prática muito recomendada criar cópias eletrônicas de todos os seus dados, de forma que você ainda possa ter acesso a eles mesmo se o original for perdido ou corrompido.

Opte por serviços de armazenamento na nuvem que façam backup de seus arquivos recorrentemente. Isso previne a perda completa de informações relevantes para as atividades da sua organização se algo ocorrer com a infraestrutura da companhia de cloud computing.

Tenha em mente que a implementação de processos de backup de dados são fundamentais para que a empresa possa dar mais confiabilidade para a sua infraestrutura de TI. Se falhas ocorrerem, o impacto nos níveis de disponibilidade serão os menores possíveis: o gestor conseguirá restaurar os serviços rapidamente, evitando grandes interrupções nos serviços e prejuízos para os usuários.

4. Faça testes em seu armazenamento na nuvem

Teste sempre. Nunca presuma. O único modo de garantir que algo é seguro é colocando-o à prova. Exames de vulnerabilidade e avaliações são muito importantes tanto dentro da cloud quanto fora dela.




É muito provável que se você conseguir achar um caminho para acessar seus dados de forma não autorizada, outra pessoa também conseguirá. Se as vulnerabilidades estiverem na sua infraestrutura, tome rapidamente medidas para eliminá-las. Faça atualizações em sistemas e não deixe de monitorar o impacto das estratégias adotadas.

Caso a vulnerabilidade de segurança esteja na infraestrutura do serviço de cloud computing, informe o prestador de serviços. O report de bugs e falhas é crucial para que empresas que trabalham com tecnologia possam otimizar as suas aplicações com alta precisão.

5. Criptografe seus dados

Sempre certifique-se de que o envio e armazenamento de dados na nuvem aconteçam por meio de uma conexão encriptada. Uma maneira simples de criptografar arquivos é por meio de softwares (como o B1 Free Archiver e o VeraCrypt, baseando no descontinuado TrueCrypt) que permitem aplicar senhas e gerar sequências secretas de caracteres aos seus dados antes de fazer o upload para a nuvem.

Se os usuários forem utilizar conexões públicas, garanta que isso seja feito com o apoio de uma VPN: sigla para Virtual Private Network. Essa ferramenta cria um túnel de dados criptografados, dessa forma, o dispositivo pode enviar e receber informações com a certeza de que os seus registros não serão acessados por terceiros.

Obter total segurança no armazenamento na nuvem é uma tarefa possível, uma vez que a cloud computing é uma das tecnologias mais confiáveis existentes no mercado. Com as dicas que apresentamos neste post, as chances de perder arquivos ou ter seus dados roubados por hackers são muito reduzidas.

Ficou interessado na segurança que a cloud computing pode trazer para a sua empresa? Então entre em contato conosco e saiba mais como nossos serviços ajudarão em seu negócio!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *