Host: entenda melhor esse conceito

Host: entenda melhor esse conceito

O termo “host” é amplamente utilizado na internet para se referir à hospedagem de sites, seja ao servidor ou a própria empresa que presta o serviço. Mas você sabia que este conceito vai bem além disso? Um host pode hospedar e manter uma ampla gama de serviços e aplicações que não um site. Além de nem sempre estar associado a ideia de hospedagem.

No artigo de hoje, entenderemos melhor o que é esse conceito e todas as suas características de forma completa. Acompanhe e saiba tudo!

O que é Host

Host em inglês significa hospedeiro. Mais utilizado na área de tecnologia, quer dizer quem hospeda ou mantém uma estrutura de tecnologia funcionando. Pode ser um website, uma aplicação, um sistema ou uma estrutura inteira de data center. Ao mesmo tempo, “host” pode, também, significar qualquer computador ou máquina conectada a uma rede, que armazena qualquer tipo de informação.

Nesse sentido, o conceito se refere a qualquer computador que está conectado a outra(s) máquina(s) através de uma conexão. O host, nesse caso, é o responsável por armazenar e processar dados e informações que são trocadas entre diversas máquinas. Um exemplo desse tipo, é a rede local de uma empresa. Nela ficam conectados computadores, impressoras, servidores, storages e mais uma infinidade de dispositivos. Todos funcionando como hosts, enviando e recebendo informações dos outros dispositivos e funcionando como clientes e servidores ao mesmo tempo.

Clientes e servidores…

Quando falamos em “cliente”, estamos nos referindo às máquinas que fazem acesso ao servidor. Em uma empresa, por exemplo, todos os computadores que acessam os dados de uma outra máquina são clientes. Já o servidor é a máquina que está armazenando os dados no momento do acesso. Um servidor também pode ser uma máquina dedicada apenas ao armazenamento de dados, sem a função de cliente. Servidores web, servidores de email e servidores de aplicação são exemplos desse tipo de servidor.

Neste ambiente, os servidores (sistemas, processamento e armazenamento de dados) seriam os hosts, enquanto as demais máquinas seriam os clientes.




Além disso, cada host tem o seu próprio hostname, uma espécie de identificador. Dependendo do protocolo de rede, esse hostname pode ser um nome de domínio, como www.site.com; um endereço IP, como o do seu computador; ou uma simples palavra. E é o hostname que permite que os dois tipos de host – cliente e servidor – se conectem e troquem dados entre si, dentro da rede na qual estão.

Um roteador de rede tem grande importância no ambiente dos hosts, pois ele gera a rede onde diversas outras máquinas se conectam através de endereços IP e podem trocar informações, dados e arquivos através desta rede.

Web host

Com certeza, o significado mais amplamente dado à palavra “host” é o de hospedagem de sites, conhecido como web host. Nesta acepção, “host” significa os servidores que armazenam todos os arquivos, scripts, dados, informações, textos, imagens, etc. E são os responsáveis por enviar tudo isso aos computadores dos internautas – clientes – através da internet quando estes acessam o site armazenado; ficando conectados 24 horas por dia, 7 dias por semana.

No entanto, o termo “host” também pode ser usado para se referir às empresas que prestam o serviço de hospedagem. Estas possuem diversos servidores – que também são hosts – e “alugam” os recursos deles para os usuários que desejam pôr um site online. Um bom exemplo é a Host One, que oferece serviços especializados de hospedagem de sites.

Mas a maioria das empresas de host não se restringe à hospedagem de sites. Elas oferecem uma ampla gama de serviços, que variam de uma hospedagem para email a uma infraestrutura inteira de TI.

Para além dos sites…

Atualmente, com o avanço da tecnologia da informação e a consolidação da Cloud Computing, as empresas de host oferecem hospedagem para inúmeros serviços, aplicações e sistemas além dos sites. Temos como exemplo o recente boom de recursos sendo oferecidos como serviços, ou “as a Service”.




Os Softwares as a Service (SaaS) são um exemplo disso. Eles são aplicações disponibilizadas através da internet e que não necessitam de uma licença. O usuário apenas paga uma mensalidade e pode usufruir do software como, quando e onde quiser, utilizando apenas as funcionalidades que precisa. Além do SaaS temos também o PaaS; plataformas de desenvolvimento e gerenciamento de aplicações mais robustas que um software, também utilizadas como um serviço através da internet.

Mas indo além, as empresas de host atualmente já conseguem hospedar uma infraestrutura de TI inteira. Isso quer dizer que todos os servidores, storages, ferramentas, softwares e rede necessários para que um setor de TI funcione podem ser “alugados” dessas empresas. A Host One, por exemplo, oferece o produto Data Center Virtual. Com ele, as empresas podem contar com uma estrutura de TI completa, sem ter que comprar e manter máquinas e softwares internamente, por um ótimo custo benefício.

Com isso, as companhias não precisam mais criar e manter uma estrutura de TI interna, pois tudo pode ser “alugado” de um host. Geralmente isso acontece através de uma assinatura mensal que dá acesso a diversos recursos variáveis de acordo com as necessidades individuais de cada companhia. O que tem chamado a atenção de cada vez mais empresas, pois elas podem ter acesso apenas ao que precisam, por um custo-benefício imbatível.

Conclusão

Em conclusão, vimos como o conceito de host está ligado a uma série de coisas diferentes; de um computador pessoal a um mega servidor; se referindo também a empresas que prestam o serviço de hospedagem, seja ele de um simples site ou de uma infraestrutura de TI completa.

Ainda tem alguma dúvida? Deixe sua pergunta pergunta aqui nos comentários! E continue acompanhando o blog da Host One para ter acesso a mais matérias como essa e se manter bem informado sobre tudo que rola no universo da tecnologia da informação. Não deixe também de assinar a nossa Newsletter. Através dela te entregamos conteúdo fresquinho sobre o mundo da TI diretamente no seu e-mail!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *