Hospedagem de site: o que é, por que é importante e mais!

Hospedagem de site: o que é, por que é importante e mais!

A presença na web tornou-se crucial para qualquer empresa que pretende maximizar as suas oportunidades de vendas. A internet já é o meio de compra de produtos e serviços de grande parte dos consumidores brasileiros. Nesse cenário, possuir um site bem estruturado é o primeiro passo para garantir bons números de vendas online.

E uma boa página só consegue manter-se funcional se a empresa possuir uma infraestrutura de ponta. Para atingir esse objetivo, o negócio deve investir em um bom serviço de hospedagem de site. Se você quer compreender a importância dessa escolha e como ela pode ser feita, veja o nosso post de hoje!

O que é um serviço de hospedagem de site?

Um serviço de hospedagem de site é uma plataforma voltada para que usuários possam armazenar todos os arquivos e sistemas utilizados em uma página web. Esse trabalho é executado por um servidor, máquina com alto poder de processamento e armazenamento de arquivos, em que os dados do site ficam localizados e conectados à web.

Independentemente do tipo de hospedagem escolhida pelo negócio, ela possuirá uma série de características próprias, que são:

  • o espaço de armazenamento, que é a quantidade de arquivos que poderá ser salva pelo gestor da página web;
  • a taxa de transferência mensal, que corresponde à quantidade de dados que podem ser enviados e recebidos em um determinado período quando um novo usuário acessa a página;
  • o painel de controle, que é utilizado para gerir senhas, contas de usuário, domínios e bancos de dados;
  • o domínio, que é o endereço da página web;
  • as contas de e-mail, que geralmente estão vinculadas ao domínio;
  • os mecanismos de edição da página web.

Como os serviços de hospedagem de sites são estruturados?

Os serviços de hospedagem web são estruturados para que a empresa possa fornecer aos seus usuários uma combinação de recursos que garanta a melhor performance possível. Em geral, eles são disponibilizados em dois tipos de infraestrutura, as compartilhadas e dedicas. São as suas características:

Hospedagem compartilhada

A hospedagem compartilhada é o serviço em que os recursos de um servidor são compartilhados entre todos os usuários da empresa. Memória RAM, espaço de armazenamento e capacidade de processar demandas de usuários são divididos entre todos os sites.

Esse modelo tem como principal característica o seu menor custo de manutenção e investimento inicial reduzido. Como o servidor já vem pré-configurado e os processos de manutenção são unificados, a empresa de hospedagem pode diminuir o valor da assinatura. Porém, o negócio possui um controle menor sobre a infraestrutura.

Esta modalidade é indicada para quem tem sites pequenos, com poucos acessos e tem verba pequena para investir no seu website.


Hospedagem dedicada

A hospedagem dedicada é aquela em que a empresa pode utilizar todos os recursos do servidor. Ou seja, toda a capacidade de armazenamento, de processar demandas e a memória RAM é utilizada por um único site ou grupo de sites de uma única empresa.

Esse modelo de hospedagem é voltado para empresas que buscam mais controle sobre a sua hospedagem. O usuário terá acesso a todos os recursos de gestão e planejamento, o que torna o servidor mais personalizado.

Esta modalidade é indicada para empresas que dependem do site para gerar negócios ou seus processos dependem de seu website, precisando de maiores garantias e estabilidade no acesso.

Quando falamos de hospedagem dedicada, nos referimos não só a servidores dedicados, como Servidores Cloud (em nuvem) e Data Center Virtual.

Quais as vantagens e desvantagens de cada opção

Apesar das suas características diferentes, tanto a hospedagem de site em um servidor dedicado quanto a hospedagem em um servidor compartilhado possui vantagens. Conhecer cada uma delas é um ponto-chave para que a empresa possa fazer a escolha certa ao implementar essa solução.

Em geral, o principal motivo para empresas investirem na hospedagem compartilhada é a possibilidade de reduzir gastos. Os planos tendem a ser menores do que a hospedagem dedicada, o que facilita a contratação desse tipo de serviço. Além disso, o servidor já é entregue pronto para o usuário, simplificando processos de gestão.

Por outro lado, o nível de controle sobre os serviços é muito menor. Para empresas que precisam de sites com maior nível de personalização, isso é um fator crítico. Vale destacar, também, que o negócio dividirá todos os recursos do servidor com outros usuários, algo que impactará diretamente na performance da aplicação e e-mails.

Com a hospedagem dedicada, o cenário é o oposto. A empresa possui total controle sobre a infraestrutura e os softwares que são utilizados para manter o site ativo. Dessa forma, a companhia pode garantir mais qualidade para os seus usuários, evitar erros e manter as suas aplicações web com a melhor experiência do usuário possível.


Os recursos também não são compartilhados com o usuário, o que pode auxiliar o gestor de TI a extrair o máximo de performance dos recursos disponíveis. Porém, essa solução pode ter um custo de manutenção maior do que uma hospedagem de site compartilhada.

Afinal de contas, qual tipo de hospedagem de site escolher?

Quando uma empresa investe na criação de uma página web, é necessário garantir que todos os recursos funcionem da melhor forma possível. O empreendimento precisa escolher uma hospedagem de alta disponibilidade, flexível e segura. Assim, o negócio consegue evitar problemas de performance e manter uma ótima experiência de usuário.

Nesse sentido, a melhor escolha que uma companhia pode fazer é a hospedagem de site em ambientes dedicados. Essa opção fornece ao gestor de TI o máximo de controle sobre os seus recursos. Assim, a página web poderá ser otimizada ao máximo para que nenhuma falha ocorra quando um consumidor for adquirir um produto ou serviço da companhia.

Páginas hospedadas em servidores dedicados (exclusivo) conseguem lidar com um fluxo de demandas com mais facilidade e o visitante terá mais recursos à sua disposição. Portanto, mesmo que o número de pessoas conectadas à página web seja alto, a companhia conseguirá manter todos os serviços web ativos.

Em outras palavras, sendo as páginas web uma das principais ferramentas de vendas do negócio, é importante que ela sempre tenha o melhor desempenho possível. Portanto, escolher a ferramenta de hospedagem de site ideal será crucial para o sucesso da companhia.

A hospedagem de dados em servidores também pode ser utilizada pela empresa com outros objetivos. Em projetos internos, por exemplo, a computação na nuvem dá ao empreendimento a capacidade de manter times com mais integração e mobilidade. Além disso, custos são reduzidos e a companhia poderá atuar de maneira estratégica na prestação de serviços.

Se você ficou curioso e quer saber mais sobre o tema, veja o nosso post com as principais razões para hospedar projetos na nuvem!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *