Armazenamento SSD: 8 vantagens para o seu negócio

0
559
ssd
Tempo de leitura: 11 minutos

Quando uma nova tecnologia de hardware surge, é comum que demore um pouco para que o mercado a absorva. Isso porque leva algum tempo até que se encontrem modos de desenvolvê-la de forma eficiente e em larga escala e, também, para que o consumidor se sinta seguro para adquiri-la. O Solid State Disc (SSD) já está vencendo essa barreira.

Apesar do custo mais alto dessa nova tecnologia de armazenamento, ela vem se popularizando rapidamente e substituindo os tradicionais HDs em empresas por todo o mundo.

Os motivos para isso são muitos e envolvem, principalmente, o maior desempenho, segurança e a eficiência que o SSD é capaz de oferecer, fazendo valer a pena o investimento necessário para adoção da tecnologia.

A seguir, solucionaremos suas principais dúvidas sobre o SSD. Você entenderá do que essa tecnologia se trata, como ela funciona e conhecerá as principais vantagens que ela pode trazer para a sua empresa. Confira!

O que é o armazenamento SSD?

As tecnologias de armazenamento de dados são elementos básicos de uma boa estrutura de TI. Sendo assim, é importante entender as diferenças entre os discos e fazer a melhor escolha para a sua empresa.

SSD é uma sigla que significa solid state disc — ou disco de estado sólido — e surge como uma alternativa de armazenamento de dados em relação ao HD — hard disk ou disco rígido.

O tradicional HD é composto por discos magnéticos que giram a uma grande velocidade e nos quais cabeças de leitura e gravação acessam os dados armazenados. Portanto, também contam com um motor interno cuja velocidade é um aspecto crucial do seu funcionamento.

O SSD, por outro lado, trata-se de um circuito integrado semicondutor composto por memória flash — uma tecnologia de memória não volátil diferente da que é utilizada pelo HD — e controlador — o dispositivo responsável por fazer a comunicação entre o computador e a memória. Sendo assim, tratam-se de tecnologias bastante diferentes, uma vez que o SSD não depende de dispositivos mecânicos para funcionar.

Quando o computador envia a informação para o SSD, o controlador a recebe e distribui para a memória flash, ativando os floating gates das células, que são isolados por duas camadas de óxido de silício. Dessa forma, a informação é armazenada eletronicamente, mas não se perde com o desligamento do aparelho — diferente do que acontece com as memórias voláteis, como é o caso da memória RAM.

Quais são suas vantagens para as empresas?

Com o passar do tempo, o preço do SSD tem diminuído, e, dessa forma, trocar os antigos HDs do servidor da empresa tem se tornado uma opção cada vez mais viável, principalmente por conta das muitas vantagens que ele oferece em relação ao armazenamento tradicional.

Estamos falando de mais velocidade de escrita e leitura, maior segurança e resistência a danos, menos aquecimento e mais eficiência energética, benefícios que têm o potencial de elevar as operações da sua empresa a um outro patamar.

O investimento necessário para se aproveitar tudo isso, claro, é maior. Mas a relação custo benefício costuma valer a pena para a maioria das empresas.




A seguir, você confere em detalhes cada uma dessas vantagens e como elas podem aprimorar as operações do seu negócio, trazendo mais produtividade, eficiência, segurança e economia. Continue acompanhando e confira!

1. Acessa os dados mais rapidamente

O SSD não conta com dispositivos mecânicos, como o motor do HD, que é o principal limitante da sua taxa de transferência. Dessa forma, enquanto os HDs costumam chegar a 150 MB/s, os SSD conseguem ler em 500 MB/s e escrever em 450 MB/s.

Isso significa o triplo da velocidade para recuperação e armazenamento de dados. Trata-se de uma vantagem muito importante, principalmente em se tratando de dados que precisam ser acessados e alterados com frequência.

Além disso, para o caso de empresas que trabalham com softwares mais pesados, o processador recuperará os arquivos do software e gravará os dados gerados pelo usuário com maior rapidez. Isso também se reflete na rapidez da inicialização dos computadores, que se torna quase instantânea.

Para o negócio, o resultado é mais produtividade e eficiência em praticamente todas as suas operações. Isso pois os colaboradores poderão contar com um ambiente de trabalho muito mais fluido e dinâmico, pronto para entregar as mais diversas demandas que possam surgir. Assim, o custo mais alto do SSD acaba valendo a pena.

2. Resiste melhor a danos

Os HDs também são famosos pela sua fragilidade. Eles são pouquíssimo resistentes a impactos, por conta da organização dos dispositivos mecânicos que o compõem, que podem se desarranjar com facilidade. Além disso, como a sua tecnologia é baseada em forças magnéticas, qualquer variação nas distâncias entre os discos e as cabeças afeta a sua utilização.

Dessa forma, qualquer acidente físico, por menor que seja, pode danificar o equipamento e acarretar em perda de dados importantes. O resultado, claro, são grandes prejuízos para o negócio e seu funcionamento.

Isso é uma enorme desvantagem, já que acidentes de trabalho são relativamente comuns e a empresa também precisa estar pronta para possibilidades muito mais graves, como quedas de energia, alagamentos e incêndios, nos quais a garantia de proteção dos dados armazenados é crucial.

Os SSDs, por outro lado, são concisos, pois são chips. Seus componentes — os transistores — medem nanômetros e são todos grudados na placa, de modo que não se deslocam. Sendo assim, quedas e impactos não serão um perigo tão grande e não causarão tanta dor de cabeça. É um motivo a menos para recorrer ao backup do servidor.

3. Ocupa menos espaço

Por se tratar de uma tecnologia eletrônica, e não mecânica, os SSDs ocupam muito menos espaço, podendo apresentar cerca de um quinto do volume de um HD de mesma capacidade e, também, apenas um quinto do peso.

Isso significa um servidor significativamente menor na sua empresa, economizando espaço e aumentando as possibilidades de organização do data center.

4. Aquece menos

Os componentes eletrônicos são bastante sensíveis à temperatura. O calor excessivo pode prejudicar o funcionamento dos hardwares do seu computador ou mesmo diminuir a vida útil de um disco de armazenamento.

No caso do HD, uma vez que o seu motor precisa girar a grandes velocidades para atingir o pico da sua taxa de transferência, há um principal efeito colateral de se utilizar a sua capacidade máxima de processamento, que é o aquecimento.

SSDs, assim como outros equipamentos eletrônicos do computador, também aquecem, mas desempenham muito melhor, aquecendo muito menos.




5. Consome menos energia elétrica

Outra vantagem de não utilizarem motores no seu funcionamento é a de que os SSDs consomem menos energia do que os HDs. Assim, ainda que a utilização de SSDs signifique um investimento inicial mais alto, a longo prazo, esse sistema gera economia na conta de luz.

Dependendo da qualidade do SSD adquirido, é possível economizar cerca de 50% do consumo de energia elétrica com o armazenamento de dados. Levando-se em conta que eles também aquecem menos, também há uma diminuição nos gastos com refrigeração.

6. Encripta os dados

Empresas costumam trabalhar com dados confidenciais, que podem dar vantagens estratégicas à concorrência, caso sejam acessadas. Portanto, é muito importante para a proteção dos dados que eles sejam armazenados de forma segura.

Os SSDs contam com um sistema interno de encriptação de dados, que garante a segurança dos arquivos sem atrapalhar o rendimento do disco de armazenamento. Uma vez que a encriptação é feita pelo próprio hardware sem custo de desempenho, ela é mais eficiente do que a encriptação feita por software.

7. Mais inteligente

O armazenamento SSD é muito mais inteligente que seu antecessor, fornecendo uma série de funções já descritas que otimizam o armazenamento e a gestão dos dados. Entre eles está, por exemplo, a capacidade de analisar partes inutilizáveis do disco para evitar seu uso e o corrompimento dos dados.

O contolador SSD também trabalha de forma integrada com o processador da máquina para que todos os recursos sejam explorados da forma mais eficiente possível. Assim, a performance de todo o sistema é melhorada e o negócio consegue aproveitar melhor seus recursos.

8. Mais silencioso

Por não possui partes mecânicas móveis, o SSD é muito mais silencioso que o HD, que gera muito mais barulho, principalmente quando sua capacidade total está sendo explorada.

Pode não parecer muita coisa, mas isso também é uma grande vantagem para o negócio, já que o barulho pode ser um obstáculo e tanto em um ambiente de trabalho complexo, onde o nível de produtividade e eficiência exigido é alto.

Com menos ruído, os colaboradores, principalmente aqueles que trabalham próximos aos servidores e computadores, poderão se concentrar mais e ser mais produtivos e eficientes, gerando valor para o negócio.

São vantagens como essas, principalmente as que dizem respeito a desempenho e à segurança, que devem guiar as suas decisões sobre o armazenamento de dados na sua empresa. Nesse sentido, é necessário olhar além do preço de determinada tecnologia e avaliá-la em termos do seu custo-benefício.

A Host One pode ajudá-lo a utilizar o armazenamento SSD na sua empresa e aproveitar os benefícios da rapidez e da segurança. Experimente agora, gratuitamente, o nosso Data Center Virtual com storage 100% SSD!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui