4 dicas para melhorar a performance do site

4 dicas para melhorar a performance do site

As páginas web são elementos básicos da estratégia de comunicação de qualquer empresa. Elas podem servir de landing page para novos consumidores, ferramenta de contato, vendas ou divulgação de serviços.

Diante disso, manter a performance do site elevada deve ser visto como um investimento estratégico, que aumenta o tempo de navegação de um visitante e as chances dele tornar-se um consumidor.

Mas qual é a melhor estratégia? Conheça aqui 4 formas de melhorar a performance do site do seu negócio!

1. Utilize imagens e vídeos comprimidos

As imagens e vídeos de uma página web podem gerar um grande impacto no seu desempenho.

Por exemplo, alguns sites precisam de um layout que foque na exibição de fotografias, em geral, de tamanho elevado para atingir maior número de dispositivos.




Mas, ao mesmo tempo em que conteúdos multimídia tornam uma página mais atraente, eles também deixam a navegação mais lenta. Uma maneira de contornar esse problema é utilizar imagens e vídeos comprimidos.

Por meio de codecs e ferramentas especializadas, a empresa consegue compactar conteúdos sem perda visível de qualidade. Em alguns casos, a taxa de compressão pode chegar a 10:1!

2. Evite o uso de vários plugins

O uso de plugins tem causado um impacto tão grande no desempenho geral de páginas da web que, ao longo dos últimos anos, muitos usuários investiram em abordagens para bloquear a maioria deles durante navegação na internet.

Cada plugin utilizado em um site pode não só tornar o carregamento mais lento, mas também aumentar o uso de processamento, memória e, em notebooks, bateria.

A alternativa está no uso de HTML5. A última versão da linguagem de marcação de texto por trás de todos os sites trouxe novas tags que auxiliam na incorporação nativa de vídeos, imagens e outros conteúdos multimídia. Assim, páginas podem manter-se dentro das diretrizes de design do negócio sem comprometer o seu desempenho.

3. Otimize o Java Script

Apesar de versáteis e fundamentais para as páginas web modernas, os scripts programados em Java Script influenciam no desempenho geral da página. Apesar desse ser um fator mais ligado ao dispositivo do usuário (uma vez que web engines, como a WebKit e Trident, lidam com tais scripts de formas diferentes), a empresa deve se resguardar, otimizando os seus algoritmos ao máximo.




Com o auxílio de testes em várias máquinas, o web developer pode identificar pontos que necessitam de melhorias, reduzindo o tempo de execução de cada função da página.

4. Tenha um site responsivo

Sites responsivos são aqueles que adaptam o conteúdo da página de acordo com o tamanho da tela do usuário. Sempre focados em dar relevância ao conteúdo principal, esse tipo de design tem ganhado destaque nos últimos anos por incentivar uso de boas práticas de desempenho (como o uso intensivo de HTML5).

Com algumas linhas alteradas no CSS, o web developer consegue criar mecanismos para otimizar a estrutura do endereço e, ao mesmo tempo, garantir melhorias no ranqueamento em páginas de busca.

Gostou do post e quer saber por onde começar a melhorar a performance do site da sua empresa? Entre em contato com um de nossos especialistas!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *