Vale a pena economizar em hospedagem de sites?

Vale a pena economizar em hospedagem de sites?
por

Na hora de montar e estruturar um site, é fundamental buscar um serviço de hospedagem que não só mantenha suas páginas onlines, mas que também ofereça soluções que agreguem valor. Por exemplo, entregando uma boa gama de recursos, flexibilidade e desempenho. Portanto, é preciso cuidado ao economizar em hospedagem de sites para não ter problemas futuros.

A importância de se investir em um serviço confiável fica clara nas ferramentas e benefícios que ele oferece, como segurança, escalabilidade e bom atendimento.

Por outro lado, hospedagens baratas possuem uma série de desvantagens e perigos decorrentes da baixa qualidade. Separamos alguns dos principais adiante. Não deixe de conferir!

Limitações de recursos

Um serviço de hospedagem eficiente não corresponde apenas à manutenção das páginas na web, tampouco ao consumo de um espaço no servidor e ao suporte de tráfego. Ele vai além disso, fornecendo recursos como:

Quem precisa dessas funcionalidades poderá obtê-las em uma hospedagem paga de qualidade, pois geralmente são incluídos nos pacotes e planos.

Já uma versão barata ou gratuita nem sempre conta com eles, ou seja, é necessário adquiri-los de forma independente. Isso gera custos e uma gama maior de soluções distintas para se gerenciar, acarretando mais trabalho e maiores chances de incompatibilidades ao se conectar ferramentas diferentes.

Baixo desempenho

Instabilidade é algo que ocorre com maior frequência em hospedagens gratuitas ou baratas, além de problemas por conta de ineficiências em recursos. Isso pode diminuir o desempenho do seu site, ocasionando quedas e interrupções.

Tal fato ocorre porque nem sempre as empresas que fornecem hospedagens gratuitas direcionam verbas suficientes para investir em servidores mais robustos e confiáveis para esse tipo de serviço. Tal fator compromete o desempenho do seu site.


Por outro lado, organizações que mantém hospedagens pagas conseguem investir em mais infraestrutura, garantindo servidores mais estáveis, seguros e que são constantemente atualizados.

É muito difícil que uma fornecedora de hospedagem grátis, ou demasiada barata, entregue um uptime de 99,9% como as pagas. Algumas das mais sérias conseguem em torno de 99%, mas essa diferença significa para um site mais de 6 horas fora do ar em um mês.

Dependendo da época ou do momento em que haja uma interrupção, como em um dia de promoção, seu negócio poderá perder oportunidades e a reputação do seu site será impactada.

Falta de suporte adequado

Em uma hospedagem grátis ou muito barata, seu site terá baixa prioridade no suporte ou poderá simplesmente não ter qualquer tipo de atendimento, pois são priorizados aqueles que pagam. Isso pode gerar muita dor de cabeça caso seu site saia do ar, pois o tempo de atendimento geralmente é mais longo e você acaba ficando na torcida para acharem o problema. Enquanto você espera para resolver o transtorno, vendas são perdidas e potenciais consumidores são afastados.

Você também terá suporte técnico demorado para correção de falhas ou resolução de dúvidas, o que prejudicará atividades como configuração de e-mails, atualização e recuperação de backups, mudanças no layout, entre outros.

Em contraste a isso, uma hospedagem paga com um preço justo oferece acesso irrestrito e por diversos canais (chat, telefone, e-mail etc.) ao suporte técnico. O horário de atendimento também é maior, você terá serviço de backup de seus arquivos, etc.

A resolução de falhas também costuma ser feita rapidamente, aumentando o tempo de permanência do site no ar, pois as equipes de suporte são mais bem treinadas e valorizadas.

Carência de inovação

Um ponto que, em primeiro momento, pode não parecer interessante, é a possibilidade de se utilizar de recursos mais modernos em seu website. Empresas que oferecem hospedagem gratuita, ou mesmo a preço de banana, não conseguem competir o suficiente, e oferecer recursos mais avançados e modernos. Com isto você acaba abrindo mão de novidades tecnológicas que poderiam fazer a diferença para o sucesso de seu website, entre estas novas tecnologias podemos considerar: Uma ferramenta completa de combate a spam sempre melhorada, um serviço de CDN para deixar seu site mais rápido por exemplo.

Por outro lado, uma hospedagem paga costuma fornecer maior possibilidade de novos recursos, e investimentos em melhorias contínuas dos serviços contratados.

Falta de flexibilidade para novas demandas e necessidades

Um problema entre empresários e gestores que adquirem hospedagens grátis ou muito baratas é a dificuldade em obterem eficiência do site caso o tráfego ou seus negócios cresçam.

No começo, essa opção de hospedagem até pode parecer vantajosa, mas à medida que mais clientes chegam até o portal do empreendimento, maior se torna a necessidade por escalabilidade.

Isso porque a empresa atinge os limites de recursos oferecidos pelos planos gratuitos, como espaço em discos nos servidores. O tráfego além do suportado pelos servidores pode gerar quedas constantes do site, acentuando suas consequências negativas, como perdas de oportunidades de vendas.

Por sua vez, uma hospedagem paga possui uma quantidade disponível maior de funcionalidades, suportando o crescimento nos acessos.

Desse modo, você não precisará migrar o seu site. Igualmente não necessitará de soluções custosas e paliativas para evitar a interrupção do tráfego devido à sua queda.

Portanto, é preciso pensar na hospedagem desde o começo, especialmente para quando seu site crescer não ser necessário fazer um upgrade. Isso quer dizer também que o site deverá ser feito de modo otimizado, para que não consuma recursos demais do servidor e gera falhas com o aumento de internautas navegando por ele.

Possíveis perdas monetárias mesmo ao economizar em hospedagem

Todas as desvantagens citadas acima podem acarretar perdas monetárias que superam as economias com a hospedagem, especialmente as ocasionadas por ineficiências.

Por exemplo, durante a Black Friday o tráfego às lojas virtuais cresce motivado pelas ofertas. Uma queda em um site nesse momento devido ao volume de acessos pode gerar perdas de vendas, além de afastar potenciais consumidores que irão nos e-commerces de concorrentes.

Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças e outras datas festivas também costumam ser épocas de maior acesso a e-commerces, que precisam prezar pela estabilidade para fecharem bons negócios.

O mesmo vale para sites de empresas de comunicação, especialmente quando possuem conteúdos virais ou muito procurados. Nesses casos, uma interrupção pode gerar a perda de cliques e valores provenientes de anúncios.

Cada hora fora do ar pode custar centenas ou milhares de acessos, ou seja, chances de conversões não aproveitadas.

Em alguns casos, a hospedagem de site, mesmo paga, pode ser insuficiente para sua empresa, isto ocorre quando seu site já faz muito sucesso e possui muitas visitas, neste caso, já vale a pena planejar um servidor Cloud através de tecnologias modernas como Data Center Virtual.

Perda de potenciais clientes

Além dos prejuízos financeiros, a empresa que opta por uma hospedagem grátis pode perder clientes também devido à ineficiência do site.

Hoje em dia, quando uma página demora a carregar, a tendência é que muitos usuários deixem de visitá-la e procurem outros sites. Dificilmente retornam, de modo que o negócio deixa de aproveitar muitas oportunidades de vendas e de conquistar clientes.

Uma hospedagem paga garante maior velocidade para o seu site, o que consegue proporcionar uma experiência de navegação mais positiva aos internautas.

Como visto acima, é importante pensar bem antes de procurar economizar em hospedagem de sites. Isso pode acarretar consequências negativas para o seu negócio, especialmente se ele depende de um bom espaço virtual para alavancar as vendas e impulsionar o seu crescimento.

Gostou das informações que separamos sobre os riscos ao economizar em hospedagem de sites? Quer receber outras dicas? Então siga a Host One nas redes sociais (Facebook, Twitter, Linkedin) e fique por dentro de nossos próximos posts!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *