Servidor dedicado ou compartilhado: o que é melhor para minha empresa?

servidor dedicado ou compartilhado

Qual é o melhor servidor: dedicado ou compartilhado? A grande quantidade de opções em hospedagens acaba por confundir e, até mesmo, prejudicar alguns negócios que não escolheram bem o seu host.

Pensando nisso, listamos abaixo algumas questões importantes que devem ser respondidas na hora de escolher a melhor opção.

Um servidor dedicado é mais flexível

Os desenvolvedores mais habilidosos podem tirar um grande proveito de uma hospedagem dedicada, já que ela permite a implementação de configurações avançadas. Assim, é possível instalar plugins, scripts e módulos para deixar a aplicação mais personalizada. Fazendo com que a hospedagem consiga suprir todas as necessidades do negócio.

Por outro lado, o poder de customização em um servidor compartilhado é baixíssimo. Na maioria dos casos, os softwares de terceiros, códigos e plugins que podem ser instalados já são pré-determinados pela empresa e não há nada que se possa fazer.

De todo modo, ao implementar um servidor dedicado (que neste caso se refere mais a um servidor exclusivo), sendo físico ou em cloud computing, seu site será mais rápido e funcional, terá personalizações únicas e um gerenciamento mais maleável.

Segurança é um fator muito importante a considerar

Esse é um verdadeiro divisor de águas na hora de escolher entre um servidor dedicado ou compartilhado. Os usuários de servidores dedicados não compartilham o espaço do servidor com outras pessoas. Desse modo, a hospedagem é muito mais segura.

Sendo assim, as chances de ataque diminuem drasticamente, pois apenas o administrador terá acesso a arquivos armazenados e instalados no servidor.

Através da hospedagem dedicada, seu site não correrá o risco de ser bloqueado por IPs de spammers, por exemplo. Além disso, quanto menos gente com acesso ao servidor, menores são as chances dos dados da sua página serem roubados.




É claro que no ambiente compartilhado a segurança é levada à sério. Hoje existem dezenas de ferramentas que nossa empresa utiliza para isolar um cliente do outro, mas fisicamente, seus dados ainda se encontram em um mesmo equipamento que outros clientes.

Acessibilidade é essencial

Independentemente do tamanho ou complexidade da aplicação, a hospedagem precisa ser acessível e não se transformar numa fonte de desperdício. Portanto, a acessibilidade também precisa ser considerada na hora de escolher entre um servidor dedicado ou compartilhado.

Um pequeno site, por exemplo, não precisa de toda a infraestrutura e nem pode arcar com os custos de um servidor dedicado. Logo, nesse caso, uma hospedagem compartilhada é uma melhor opção, por ser mais acessível. Por outro lado, também não faz sentido gastar menos com algo que não consegue suprir suas necessidades. Se você precisa hospedar um sistema de grande porte, o servidor dedicado é a melhor alternativa, apesar de menos acessível.

No entanto, é preciso ter cautela! Um servidor compartilhado é sim mais acessível, mas é necessário analisar se o preço mais baixo compensa os problemas. Um e-commerce de pequeno porte, por exemplo, pode usufruir da hospedagem compartilhada. Porém, as brechas de segurança, a volatilidade do desempenho e a falta de recursos podem transformar essa economia em prejuízos.

Por isso, um servidor dedicado pode ser considerado também para aplicações menores, principalmente se há expectativa de rápido crescimento. Nesses casos, o preço inicial pode ser mais salgado, mas os custos a longo prazo compensam.

Um serviço Cloud Computing ou Data Center Virtual por exemplo, sairá mais caro, obviamente, que uma hospedagem compartilhada. Mas será muito mais rápido e atenderá maiores demandas do que um simples servidor compartilhado.

Servidores compartilhados podem prejudicar o posicionamento nos buscadores

Ter os recursos do servidor sendo compartilhados com outros usuários já é prejudicial, mas os problemas desse compartilhamento vão além. Em um servidor compartilhado, o IP é o mesmo para todos os usuários que hospedam suas aplicações na máquina.

A questão aqui é que o Google e outros buscadores utilizam o IP para definir a reputação de cada site e com base nisso fazer o rankeamento. Um site com Spam, por exemplo, tem seu número de IP marcado e vai parar no fim da página de resultados. E se o seu site está associado a esse número de IP, o seu rankeamento também é extremamente afetado.

Tendo em vista a importância de estar no topo dos resultados de busca, esse é um risco a ser considerado. Afinal, esse compartilhamento de IP pode desperdiçar todos os seus investimentos em SEO para um bom rankeamento. Além, claro, de te fazer perder muitos clientes e oportunidades de negócio.

Ao preferir um serviço dedicado, ou mesmo um Cloud ou Data Center Virtual, essa não é uma preocupação. Você terá um IP exclusivo que evitará problemas do tipo. E isso é muito importante em um site de vendas, por exemplo, já que ele trabalha com SSL para o processamento de cartão de crédito. Assim, vale levar esse aspecto em consideração antes de optar por um servidor dedicado ou compartilhado.




Hosts dedicados possuem recursos únicos

Em um serviço compartilhado, seu site pode acabar pagando caro demais para usar muito pouco. Por exemplo, se você possui um negócio digital de pequeno porte, mas que divide hospedagem com um site viral com muito tráfego, o host vai automaticamente liberar uma maior quantidade dos serviços contratados para o maior site.

E isso é extremamente prejudicial para o seu negócio. Pois esse compartilhamento de recursos pode acarretar quedas de performance, problemas de segurança ou até mesmo crashs no servidor. Se você é dono de um e-commerce ou aplicação, esse é um risco grande demais para ser corrido. Imagine, por exemplo, ter sua loja virtual fora do ar no Natal por conta de um pico de acessos em um concorrente, quando a previsão de vendas era altíssima?

Com um servidor dedicado, situações assim jamais acontecerão. Pois todos os recursos são seus e exclusivamente seus. Você não precisa se preocupar, por exemplo, com outro site consumindo muita banda ou poder de processamento. Assim como pode esquecer problemas de segurança causados por outros usuários.

Portanto, se você quer aproveitar mais recursos da sua hospedagem, ou vai hospedar uma aplicação de grande porte, que exige recursos únicos e exclusivos, precisa levar esse fator em consideração na hora de escolher entre um servidor dedicado ou compartilhado.

Outra desvantagem do ambiente compartilhado, é que hoje existem tecnologias que limitam o uso de cpu e memória de cada site. Com isso, um site com sistema mais pesado, ou que tenha mais acessos, pode enfrentar lentidão devido à esta baixa limitação. Correndo o risco até de ficar fora do ar quando ocorrerem muitos acessos. Seria como no melhor dia de vendas do ano, sua loja não receber clientes por limitações físicas.

Conclusão

Alguns projetos pequenos podem começar com serviços compartilhados. Mas, temos que considerar que com o crescimento natural, a migração para um servidor exclusivo (dedicado, cloud ou data center virtual) é essencial para manter tudo em ordem.

Ficou interessado no assunto e quer conhecer mais? Entre em contato conosco e conheça os nossos serviços de host que podem impulsionar o seu site.00

Content Protection by DMCA.com
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *