Botnet: entenda como os cibercriminosos acessam sua empresa

0
390
Tempo de leitura: 14 minutos

O que é uma Botnet? Se nunca ouviu falar nisso, este artigo vai esclarecer tudo. Mas se já sabe, vai aprender como blindar seu negócio. Aliás, sabemos que os ataques virtuais cresceram muito. Também estamos cientes dessa tendência tornar contínua. Inclusive, essa prática nunca vai desaparecer. Pois, a cada nova solução, uma outra estratégia de invasão surge.

Imagine sua empresa no auge do crescimento. De repente, roubam seus dados confidenciais. Além de perder arquivos importantes. Sem dúvida, é uma realidade que apavora empreendedores. Inclusive, algumas organizações fecham por conta do prejuízo.

Diante desse cenário, vamos explicar o que é uma Botnet. Afinal, por que ela é uma das maiores ameaças? Acompanhe o artigo completo!

Botnet: o que é?

Botnet é um computador infectado por um vírus. O objetivo dela é controlar a máquina para atender os desejos do hacker. Por exemplo, ora enviar spam ou vírus. Ora executar ataques de DDOs etc. Quando um criminoso quer infectar vários computadores, ele acessa a Rede. Depois, contamina com um malware.

Como ela aparece?

Elas surgem a partir de um outro computador infectado na rede. Portanto é fundamental cuidar da Segurança de Endpoints. Em outras palavras, é necessário trancar bem as portas de entrada. Além disso, proteger todos os dispositivos conectados a ela. Principalmente, porque ao se blindar não haverá vulnerabilidade. Ou seja, nem riscos de infecção ou formação de uma nova Botnet.

Como identificar as Botnets?

A Botnet deixam os computadores lentos. Além disso, apresentam comportamento estranho. Por exemplo, acionar ventoinhas sozinho. Ou receber mensagens de erro de forma constante. Certamente, esses sintomas, demonstram que alguém usa seu computador. Inclusive, essa ação acontece de modo remoto.

Como evitar as botnets?

A melhor maneira de evitar as Botnets é planejar a segurança da rede. Também deve incluir os dispositivos plugados nela. Então, é preciso pensar em todas as possibilidades de vulnerabilidade. A partir disso encontramos soluções mais eficientes. 

Isso porque o acesso às Botnets ocorre por meio de estratégias humanas. Ainda que existam portas para fechar, nada substitui uma mente criativa. Em outras palavras, seguir os padrões básicos de segurança é o mínimo para proteger sua empresa. 

Entretanto, não garante constância. Por essa razão, a segunda recomendação é implementar o acompanhamento diário. Ou seja, é preciso selar qualquer brecha na rede. Em seguida, controlar a entrada e saída dos dispositivos na rede corporativa. Além de monitorar as atividades internas. Sem essas ações, sua empresa se torna presa fácil. Por fim, instalar um Anti-Malware eficiente.

Portanto, esqueça programas gratuitos ou com pouca referência. Isto é, lembre-se que os invasores utilizam malware específico. Por meio dele, conseguem burlar o sistema de segurança das máquinas. Depois que infectam, os criminosos gerenciam remotamente. Em seguida, assume o comando geral. Isto é, dominam todos os equipamentos da rede.

Tudo isso, de forma silenciosa. No entanto, o problema não é apenas a invasão. Mas sim, o tempo de permanência dos Hackers no controle.

Saiba como uma Botnet é criada

O foco dos criminosos é transformar o maior número de computadores em Botnet. Porque isso permite controlar inúmeras máquinas para atender seus desejos. Então, quanto mais eles infectam, maior o poder deles. Mas, por que eles precisam de uma Rede de Botnets? Por uma razão simples! Afinal, sempre que uma delas é desligada, há outras disponíveis. 

Por exemplo, antes os invasores aplicavam o modelo Cliente-Servidor. Nesse método, ele atacava a máquina principal ou um site. A partir disso, o Hacker gerenciava centenas de outros computadores. Porém, para eliminar uma Botnet era só desligá-la. 

Com isso, houve uma evolução na estratégia. Isto é, os criminosos adotaram outro modelo. Ou seja, resolveram infectar em massa. Ao invés de dominar apenas uma máquina. Então, a partir de uma máquina infectada contaminam outra. Assim sendo, funciona como um efeito dominó. 

Em outras palavras, a Rede inteira se transforma numa cadeia interligada. Portanto, não importa quantas Botnets são removidas. Pois as outras executam o mesmo trabalho no lugar. 




Em suma, existe uma lógica simples para criar Botnets. Por exemplo, eles infectam para dominar. Em seguida, realizam ataques por meio de Spam. Por fim, capturam milhares de dados para gerar ações destrutivas. Afinal roubam desde dados bancários até conteúdos confidenciais da organização.

Se pensarmos, a criatividade é ilimitada. Portanto, o objetivo de cada invasor também é. Isso significa que somos vulneráveis aos ataques de todos os níveis. Precisamos entender que a mente pode criar planos inimagináveis. Isto é, projetos monstruosos que geram estragos irreversíveis.

Cibercriminosos: 5 maneiras de manipular uma Botnet

Confira como os Hackers manipulam as Botnets. Entenda como eles pensam e agem. Veja as formas mais comuns de ataque. Por fim, quais são seus objetivos em cada técnica.

1. Spam

Agora, vamos entender como os Hackers tiram vantagens da Botnets. Com o poder nas mãos, eles enviam SPAM em massa. Afinal, não faz sentido enviar para poucas pessoas. Sendo assim, o foco do ataque é alcançar o maior número de pessoas. Pois, a lógica é atingir a primeira leva. Depois, infectar outras máquinas. O intuito é sempre coletar dados sensíveis. 

2. Malware

Ao contrário do Spam, o objetivo do malware é a rapidez. Pois ele tem prazo de validade curto. Depois que ele se instala fica oculto. Porque assim, o Antivírus não o detecta. Entretanto, sempre após a atualização, o malware expira. Por isso, quanto mais rápido ele infectar é melhor. 

3. Ataque DDos

Outra maneira de atacar é usar a técnica DDos. No entanto, o foco não é tão efetivo. Uma vez que não gera resultados monetários. Nem ganho de informações valiosas. Mas sim, por vingança ou competitividade. 

Sendo essa, uma ação improdutiva. Já os especialistas, não focam nisso. Eles não perdem tempo com disputas de poder. Mas sim, em resultados que promovem altos lucros.

Entretanto, estar ciente da existência desses ataques é importante para se prevenir. Quando um site sai do ar prejudica em muitos aspectos. Desde a queda no ranqueamento quanto a perda de clientes. Inclusive, essa ação é notada pela lentidão de acesso no portal. Ou ainda, quando está inacessível.

4. Ataque de Força Bruta

Nessa técnica, os invasores testam combinações variadas de palavras específicas. Além disso, usam o método do ataque de dicionário. Inclusive, é o mais utilizado para quebrar senhas. 

No primeiro caso é usado palavras, frases, símbolos especiais e letras diversas. Mas, os sites atuais permitem tentativa limitada de acesso. Por isso, os invasores gostam muito das Botnets. Afinal, elas resolvem boa parte dos bloqueios da segurança digital. 

Dessa forma, eles reúnem centenas delas para executar a tarefa. A partir de um programa conseguem gerar as combinações. Em seguida, os Hackers instruem as Botnets para testá-las. Por fim, em curto espaço de tempo é possível obter o resultado. Inclusive para senhas mais complexas.

5. Criptomoedas

Por fim, lembramos que as Botnets não existem só para atacar. Em outras palavras, elas ajudam os criminosos em outras estratégias. Mas, que não cause prejuízos tão impactantes. Inclusive, é a melhor maneira de se camuflar por mais tempo. Por consequência, lucrar de modo ilícito com margem de segurança. Por exemplo, o uso delas para minerar criptomoedas.

Assim, os criminosos executam essa ação em seus nomes. Para isso, utilizam um malware. Por ser um ataque quase que imperceptível, essa prática está cada vez mais crescente. O resultado é a lentidão do computador e aumento da conta de energia. Entretanto, leva meses para ser notado. No próximo tópico, vamos detalhar esses prejuízos.

Confira as principais consequências negativas de estar numa Botnet

Estar numa Botnet é como estar numa prisão. Quanto mais tempo, pior. Os Hackers viram sanguessugas de sua rede inteira. Se você não tomar providências vai ter sérios problemas.

1. Lentidão

Antes de entender este tópico compreenda como o computador funciona. Então, vamos fazer uma analogia com a nossa mente. O que acontece ao executar uma tarefa que requer raciocínio? Sem dúvida, buscamos um local silencioso. Além disso, priorizamos o tempo e a energia para essa atividade. Ou seja, não é possível canalizar a atenção para outros compromissos.

A menos que não atrapalhe no desempenho. Da mesma forma, um computador usa recursos para cumprir suas atividades. Ao invés da mente, o processador é acionado. No entanto, ao abrir outros programas em paralelo, o desempenho cai. 

Ou melhor, a velocidade fica lenta. Por exemplo, usar programas de edição de imagem proporciona lentidão. Pois são softwares que exigem muito do processador. Então, não demora para travar e esquentar a máquina. 




Agora, vamos pensar nos efeitos da Botnet. Quando o hacker domina sua máquina, ele canaliza para atender todas as suas atividades. Isto é, manipula para executar o que ele quer. Mas, o leigo não vai associar a lentidão com uma ação hacker. Em suma, fique atento à lentidão da máquina.

2. Caso de ID roubada

Outra consequência de estar numa Botnet é o roubo de identidade. Então, o hacker usa sua conta de e-mail no seu lugar. Logo, ao encaminhar Spam para seus contatos, gera uma contaminação em massa. 

Afinal, as pessoas tendem a confiar no e-mail das pessoas que conhecem. Quando seu contato é infectado, infecta sua lista também. Dessa maneira, o método viraliza numa velocidade alta. Sendo esse, o objetivo principal de utilizar a identidade das vítimas. 

3. Contas de eletricidade alta

De súbito, sua conta de eletricidade ficou alta. Quando notar esse aumento é um ótimo sinal. Porque você vai se dar conta rápido. Do contrário, vai ser tarde descobrir que alguém controla seu computador. Aliás, vale lembrar que a Botnet funciona até quando está desligada. Porque os hackers conseguem ligar seu computador e utilizá-lo. 

Além disso, eles fazem isso quando querem. Por isso, precisam manter você ativo. Então, fazem de tudo para impedir a sua perda. Isto é, bloqueia a instalação, execução e download de Antivírus e Antimalware. 

Por fim, vale lembrar que os hackers são orientados a resultados. Isto é, eles têm o perfil mais lógico e são especialistas no que fazem. Ao contrário do que muitos pensam, não são adolescentes. Ou alguém que quer provar sua inteligência. Mas são pessoas que levam a sério essa atividade como profissão. 

Inclusive, eles focam na eficiência. Por isso, são estratégicos em suas ações. Além de ter um excelente domínio do raciocínio lógico. Os cibercriminosos são ágeis e planejam com maestria. Portanto, estamos diante de verdadeiros especialistas. Isto é, longe de serem amadores. 

Em outras palavras, não é fácil deixar de ser uma Botnet. Nem se livrar de um malware no site. Porque, aparentemente, podemos eliminar o vírus. No entanto, um invasor profissional sempre tem outra carta na manga. Ou seja, atua com previsibilidade. Logo, sempre deixa um outro vírus oculto. 

Como remover a botnet?

Afinal, como se livrar de vez da Botnet? Sem dúvida é uma das soluções mais procuradas. No entanto, sabemos que a resposta varia. Visto que os Hackers sempre encontram novas estratégias. 

Entretanto, a solução atual é identificar com clareza a Botnet principal. Isto é, qual é a máquina que infecta outras. Por exemplo, é como se fosse uma máquina pai e o restante seus filhos. Então, num modelo cliente-servidor basta desligar apenas a máquina pai. Já na estrutura mais complexa é necessário identificar todos os outros pais. 

Somente dessa maneira é possível eliminar de vez a Botnet. Porém, sempre recomendamos trabalhar a prevenção. Embora haja investimentos para garantir a segurança, vale a pena. Porque o gasto para prevenir é menor que o prejuízo. Pois, imagine perder seus dados sensíveis. Pior ainda é expor informações de seus clientes. 

Sem dúvida, o impacto é maior. No entanto, é possível amenizar com o serviço na nuvem. Visto que, ele armazena dados em outra parte da internet. Isto é, reduz a perda das informações quando ocorre uma invasão local. 

Em suma, as empresas precisam investir na Segurança da Informação. Cedo ou tarde, essa necessidade vai se tornar obrigatória. Pois é a melhor prevenção contra prejuízos irreversíveis.

Será que sua rede não tem uma Botnet? Já parou para pensar sobre planejar a segurança? Reduza os riscos de perda de dados com a solução Cloud. Quer saber mais? Entre em contato conosco!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui