Você já ouviu falar em ataque DDoS? Entenda o que é e como evitá-lo!

Você já ouviu falar em ataque DDoS? Entenda o que é e como evitá-lo!

Nos últimos anos, um novo tipo de ameaça digital passou a fazer parte da rotina de empresas com sistemas conectados à web. O ataque DDoS já foi responsável pela derrubada de vários serviços e redes sociais populares, como o Spotify e o Twitter. A técnica inviabilizou o acesso aos serviços, diminuindo o seu alcance e sua performance.

Quer saber mais sobre o tema e como se proteger? Então, veja o post a seguir!

O que é o ataque DDoS?

Sigla para Distributed Denial of Service (que, em português, pode ser traduzido como Negação de Serviços Distribuída), o termo DDoS é utilizado para ataques a páginas e serviços web focados na indisponibilização do acesso a tais endereços. Essa técnica trabalha com a derrubada do acesso a um IP específico, direcionando um grande tráfego de requisições em um curto período de tempo.

Em outras palavras, o ataque DDoS pretende impedir total ou parcialmente o acesso a um endereço da web. Isso é feito gerando a sobrecarga dos servidores com um aumento repentino das tentativas de conexão, geralmente utilizando máquinas que foram invadidas por malwares em várias partes do planeta.

Ataques DDoS podem ter várias motivações, como lutas políticas ou sequestro do acesso a uma página. Além disso, as tentativas de acesso podem ser motivadas para outros fins maliciosos, como a invasão de um sistema web com técnicas de força bruta ou a injeção de códigos maliciosos.

Nos últimos anos, o ataque DDoS ganhou popularidade. A expansão de dispositivos conectados que são gerenciados com políticas de segurança ineficazes (como os equipamentos da Internet das Coisas) criou uma nova oportunidade para hackers: com um bom malware, é possível infectar rapidamente milhões de aparelhos, em todo o planeta, de maneira silenciosa e precisa.

Como o ataque DDoS pode impactar o meu negócio?

Os ataques DDoS podem causar um grande prejuízo para os negócios. O principal deles está relacionado à inviabilização do acesso aos serviços web do empreendimento, o que interrompe vendas, rotinas corporativas e prestação de serviços para clientes e parceiros comerciais.


A consequência direta desse contexto é os prejuízos financeiros. O empreendimento perderá clientes atuais e novos leads.

Além disso, prejuízos para a imagem do negócio ocorrerão. Clientes terão menos confiança na capacidade da companhia prestar serviços de qualidade, o que leva a impactos nas suas expansões futuras. Por fim, a empresa pode ter que arcar com processos judiciais, especialmente se o ataque levar à perda ou ao vazamento de dados de terceiros.

Quais medidas posso tomar para me proteger?

Para se proteger contra um ataque DDoS, a empresa deve combinar medidas que auxiliam na detecção dos ataques e na mitigação rápida dos problemas que ele causa. Nesse sentido, listamos, a seguir, alguns mecanismos que o seu negócio pode utilizar para evitar os prejuízos e impactos que são consequência desse tipo de situação. Confira!

Monitorar a sua rede

O monitoramento de rede auxilia o negócio a ter uma visão completa sobre como o seu ambiente está estruturado e a detectar ataques com agilidade. A empresa pode avaliar continuamente a origem de conexões, o fluxo das requisições e os picos de tentativas de acesso.

Dessa forma, fica mais fácil avaliar se o negócio está sofrendo um ataque e tomar medidas de mitigação mais precisas. A companhia poderá bloquear IPs maliciosos com maior índice de precisão e definir ações para evitar a recorrência de um ataque com mais qualidade, o que dará maior confiabilidade para as suas medidas de segurança digital.

Ter uma conexão reserva

Durante o ataque DDoS, uma solução que pode ser utilizada para mitigar temporariamente o impacto desse problema é o uso de uma conexão reserva. Nesse caso, a companhia poderá redirecionar o tráfego das suas aplicações internas para uma nova rede, evitando que os processos internos fiquem interrompidos durante o ataque.

Essa é uma medida paliativa, mas que auxilia a companhia a não ter uma total interrupção dos seus serviços durante um ataque DDoS. Assim, até o time de TI conseguir eliminar os acessos maliciosos, os serviços seguirão funcionais, ainda que em uma capacidade reduzida.

Implementar um plano de defesa

O plano de defesa é o resultado da união de todas as medidas que uma empresa adota para mitigar e prevenir os ataques aos seus sistemas. Ele deve ser criado como uma documentação clara e objetiva, que apresente medidas bem-estruturadas para lidar com todos os riscos que envolvem um ataque DDoS.


Além disso, a empresa deve garantir que o seu plano seja conhecido pelos profissionais de TI. Dessa forma, os técnicos terão mecanismos precisos e bem-alinhados para enfrentar um ataque, caso ele ocorra. Além das medidas listadas neste post, o plano de defesa também pode incluir processos como:

  • instrução para comunicação com clientes e parceiros comerciais durante um ataque;
  • medidas de treinamento e apoio a usuários dos serviços internos que dependem da conexão web;
  • rotinas emergenciais para mitigar danos e dar escalabilidade para a infraestrutura de rede.

Conforme a infraestrutura de TI ou os serviços web forem modificados, o plano de emergência deve ser atualizado. Dessa forma, a companhia pode garantir que as suas medidas estarão alinhadas com o perfil da sua infraestrutura e capazes de atacar os principais pontos que envolvem um ataque DDoS.

Adotar uma ferramenta de proteção contra ataques DDoS

Diante do crescimento dos ataques DDoS, muitas empresas de segurança de dados criaram ferramentas para proteger usuários. Elas conseguem identificar automaticamente um grande aumento não esperado do fluxo de acessos, avaliar conexões suspeitas e bloquear IPs que sejam utilizados para atividades maliciosas.

Tais ferramentas atuam integradas aos sites e às ferramentas web do negócio. Dessa forma, o gestor de TI pode direcionar um maior foco nas rotinas conectadas com o core business do empreendimento e, assim, gerar mais competitividade para o negócio.

O ataque DDoS pode causar um grande impacto na rotina do negócio. Diante disso, empresas devem implementar soluções para evitar que esse tipo de situação cause um grande impacto na rotina do empreendimento e, com isso, a perda de negócios. Assim, os profissionais conseguem focar na busca por metas e objetivos comerciais com mais tranquilidade.

Uma forma de manter arquivos e sistemas protegidos é por meio do investimento no cloud storage. Veja, também, o nosso post sobre o armazenamento na nuvem e os seus impactos na rotina de empresas!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *