3 razões para considerar Computação em Nuvem em sua empresa

3 razões para considerar Computação em Nuvem em sua empresa

A computação em nuvem está simplificando o processo de armazenamento, processamento e acesso às informações. O que antigamente estava alocado dentro de empresas, agora pode ser acessado em qualquer lugar do mundo, de qualquer dispositivo com acesso a internet. Veja a seguir, quais são as principais vantagens desta moderna estratégia:

1. A nuvem já é uma realidade e muitas empresas conseguem reduzir gastos com a tecnologia e melhorar sua produtividade migrando sua TI interna para ela.

Atualmente, com apenas uma conta de e-mail, podemos acessar qualquer informação, desde uma música, até todo o sistema da empresa.

Esta tecnologia já vem sendo uma prática realizada por empresas de vários tamanhos e setores. E até o ano de 2025, o mundo inteiro poderá acessar dados com a ajuda da rede mundial de computadores.

A tecnologia de cloud computing tem se tornado tão eficaz que, já em 2015, nos EUA, cerca de 37% das empresas já utilizavam o armazenamento na nuvem.

Saiba mais sobre alguns benefícios que o armazenamento em nuvem tem e entenda como convencer seu chefe a implantá-lo:

– Você consegue economizar recursos.

Conforme pesquisa feita pela consultoria KPMG, que envolveu cerca de 500 executivos ao redor do mundo, a maior preocupação quando se decide implantar novas tecnologias é o custo. Os executivos também ficam receosos com relação ao futuro; se a tecnologia irá dar certo ou não.

Porém, já faz tempo que a computação em nuvem deixou de ser uma tendência. Hoje, essa tecnologia é uma realidade e as empresas que não aderirem a ela vão perder mercado e competitividade. Além do mais, quando se fala em cloud computing, a preocupação com custos é desnecessária. Pois, pelo contrário, a nuvem pode ser uma das maiores aliadas das empresas na economia de recursos.

Economia esta que é proporcionada, principalmente, pela enorme escalabilidade oferecida pela cloud. Com ela, a sua empresa pode aumentar a quantidade de recursos sempre que precisar, sem precisar investir uma fortuna. E se, por qualquer razão, você precisar diminuir esses recursos, você pode com apenas um clique!

Fora da nuvem, sempre que a demanda aumenta, é preciso investir em novos equipamentos, num processo caro e instável. Pois, se a demanda diminuir, você terá que lidar com os custos dos equipamentos extras, agora, desnecessários.

Além da escalabilidade, outro fator que torna a nuvem uma grande aliada na redução de custos é a sua flexibilidade. Se você é dono de um e-commerce, por exemplo, consegue aumentar os recursos utilizados sempre que a demanda aumentar. Em épocas como o Natal, Dias das Mães e dia dos namorados, o número de acessos e compras mais do que dobram.

Na nuvem, basta um clique para contratar mais espaço de armazenamento e poder de processamento para atender essa demanda. E quando a data comemorativa passar, basta outro clique para voltar às configurações anteriores.

– Há uma melhora considerável da produtividade.

Quando a empresa consegue reduzir custos com tecnologia, ela ganha tempo para acompanhar a produção de seu quadro de funcionários. Se você trabalha com entrega de serviços, por exemplo, o processo se torna mais rápido quando você implanta tecnologias eficazes como a computação em nuvem.

Além disso, a cloud computing pode elevar a colaboração das suas equipes de forma exponencial, aumentando a produtividade. Por exemplo: por meio de ferramentas e aplicativos disponíveis na nuvem da empresa para todos, hoje, um funcionário na matriz pode acompanhar o que outro colaborador está fazendo na filial do outro lado do país ou do mundo.

Com a nuvem, os problemas de desempenho também desaparecem e as equipes podem trabalhar com mais agilidade e eficiência. E o melhor: podem trabalhar de qualquer lugar, com qualquer dispositivo, desde que haja uma conexão com a internet. Isso porque todo o ambiente de trabalho de uma empresa, incluindo aplicativos, softwares e banco de dados, pode ser armazenado na nuvem, ficando disponível para todos os colaboradores.

– Você e sua equipe, ficam mais flexíveis.

Na prática, isso significa mais mobilidade e flexibilidade para você e para a sua equipe. Se você é dono de uma agência de publicidade ou produtor de conteúdo, por exemplo, pode salvar os seus documentos na nuvem e seus clientes os aprovam de qualquer lugar.

E com essas possibilidades oferecidas pela nuvem, a sua equipe ganha algo importantíssimo tanto para a redução de custos quanto para o aumento da produtividade: mobilidade.  Mobilidade esta que permite que os colaboradores usem os seus próprios dispositivos no ambiente de trabalho, como acontece no BYOD. E agentes de vendas que vão a campo podem contar com todas as ferramentas, interfaces e sistemas de que precisam para serem mais produtivos e eficientes. O modelo Home Office também se torna possível e tudo fica mais prático, rápido e colaborativo.

E, como a nuvem facilita o acesso a tudo, você pode fazer com que sua equipe veja sua produção de qualquer lugar. E se um vendedor precisar, ele pode, por exemplo, consultar uma proposta para enviar a um cliente.




2. Porque lojas virtuais devem investir em armazenamento na nuvem?

Para o e-commerce, é importante que os lojistas online se preocupem em deixar sua loja disponível 24/7. Ainda em 2012, a ABComm informou que o faturamento chegou a atingir cerca de R$ 24,12 bilhões apenas com vendas através de lojas virtuais.

Se o usuário de sua loja virtual não conseguir realizar uma compra, ele pode ir para o concorrente. E devido a isso é que a computação em nuvem pode ser tão importante. Com ela, além de reduzir custos com armazenamento, você ainda não precisa se preocupar em vender em somente um horário, como seria numa loja física.

Se você tem um e-commerce, você deve conhecer mais algumas facilidades que a hospedagem de sua loja na nuvem pode trazer. Confira alguns:

*Escalabilidade

Com este recurso, você tem mais capacidade de processamento, espaço em disco e banda, que podem ser usados conforme necessário. Assim, você conseguirá atender a qualquer demanda, ajustando sua estrutura para muitos ou poucos acessos, pagando apenas pela estrutura que realmente usa.

*Suporte a picos de demanda.

Este recurso permite que o usuário tenha uma boa experiência, já que você evita quedas na qualidade do serviço mesmo nos maiores picos de demanda. O que também garante que o processo de venda seja efetuado sem lentidão ou falhas no acesso.

Um recurso mais do que necessário em e-commerces, já que a demanda pode aumentar exponencialmente de uma hora para outra. Se uma campanha de marketing faz sucesso, por exemplo, os números de acessos e compras podem triplicar rapidamente. Se a loja virtual não puder lidar com isso, o que era oportunidade se transforma em prejuízos financeiros e de imagem.

*Ajuda a reduzir custos.

Pagando pelo que vai utilizar, você não desperdiça recursos, por exemplo, deixando um servidor ocioso quando há pouca demandas de acessos ou em meses que seu mercado está em baixa. Por isso, a computação em nuvem, sem dúvida é uma das melhores estratégias para reduzir custos em TI.

*Arquiteturas altamente disponíveis.

Quando você contrata um servidor na nuvem, você paga apenas uma fração do valor de um servidor dedicado. Também fica disponível serviços como redundância de recursos e balanceamento de carga e sua disponibilidade é de cerca de 99,99%. Você escolhe os serviços que seu negócio exige, pagando pelo que de fato irá precisar.

3. Porque os gerentes de TI devem usar a computação em nuvem?

Se você quer ter menos dor de cabeça e pretende criar uma equipe otimizada, a cloud computing pode facilitar a sua vida. Muitos gerentes sabem que se não fizerem uso da nuvem em sua empresa, podem ter uma desvantagem significativa com o mercado e principalmente com a concorrência.

Pelo mundo, o armazenamento na nuvem fez com que os CIO’s se tornassem cada vez mais unidos. Desde a matriz  às filiais, todos podem entrar em contato, para analisar um relatório, por exemplo.

Nos dias de hoje, com novas formas de utilizar a cloud, como o Data Center Virtual, os gerentes melhoraram a produção de sua equipe e deixaram as formas de contatos unificada.

Além de tudo isto, hoje você pode rodar todo seu sistema ERP, CRM e outros sofwares em nuvem, evitando altos investimentos com hardware dentro da empresa. Além de poder focar os investimentos em gerar mais negócios, melhorar seus produtos, treinamento de equipe, etc. Saiba que existem muitas vantagens em se utilizar computação em nuvem a ter seu data center em infraestrutura física interna na empresa.

Qual o futuro da computação em nuvem?

Como os dados crescem muito, a procura por computação em nuvem tem aumentado enormemente nos últimos tempos. E, conforme indica uma pesquisa realizada por uma empresa de tecnologia, a nuvem está sendo cada vez mais procurada por CIO’s de empresas brasileiras. De acordo com essa pesquisa, 90% das pequenas e médias empresas nacionais desejam implantar a nuvem em seus estabelecimentos. Segundo os que foram entrevistados, 31% conhecem seus benefícios e até trabalham com alguma plataforma de big data e/ou nuvem.

Essa grande adoção da nuvem por médias e pequenas empresas acontece porque elas dificilmente possuem capital considerável para investir em algum recurso de TI avançado, como Storages, por exemplo. Logo, com relação à custos, a nuvem tem sido um atrativo muito importante, já que sua contratação pode ser feita mediante um mensalidade que cabe no bolso de cada empresa – e não há necessidade de comprar servidores ou outros equipamentos caros.

Também não há custo com infraestrutura e logística, devido ao fato de as informações estarem na nuvem. Assim as empresas podem diminuir seus gastos e reservar a verba para ampliar seu empreendimento, por exemplo.

Se você ainda está indeciso sobre fazer uso da nuvem, veja cinco previsões que podem te ajudar nessa decisão:

– Irão existir mais aplicações que podem ser acessadas na nuvem:

Atualmente, a produção de software já está sendo feita com a tecnologia cloud. Somente em 2016, cerca de um quarto de aplicativos – o equivalente a 48 milhões – já podiam ser acessados por meio da nuvem.

E aproximadamente 56% das empresas no cenário atual, encaram a nuvem como um diferencial estratégico. Os outros 58% têm reservado cerca de 10% para poder investir na tecnologia.

Então se você busca excelência operacional, a nuvem faz todo sentido.

– O mercado de cloud está em constante evolução:

Segundo a pesquisa do Gartner, a nuvem já consegue atingir todo o globo terrestre. E esse mercado pode atingir até US$ 250 bilhões no ano de 2017.

Ainda de acordo com o Gartner, o “software como serviço”, SaaS, deve crescer por volta de 20,2% ao ano. Somente em 2017, este marcado conseguiu um faturamento de US$ 45,6 bilhões.




Com esses dados, já podemos perceber que, com toda a certeza, muitas empresas irão optar pela computação em nuvem para otimizar seu tempo e dinheiro.

– Cada vez mais, as empresas irão recorrer à nuvem híbrida:

A migração para a nuvem híbrida, já está sendo uma realidade constante.

A nuvem híbrida veio para facilitar a migração para as empresas, já que seu processo direto poderia dar muita dor de cabeça e muito custo com equipamento e mão de obra.

Ao utilizar a nuvem híbrida, as empresas possuem muitos benefícios, como:

*Combinação de forças, garantindo o desempenho das soluções;

*Melhor conveniência com relação ao modelo de negócio de gestão em nuvem;

A nuvem ainda tem que ser muito estudada e aprimorada para que as empresas possam fazer bom proveito dessa ferramenta. E devemos lembrar que, nos dias de hoje, 85 % dos softwares já funcionam na nuvem.

Por fim.

A computação em nuvem já é realidade para boa parte das empresas ao redor do mundo.

Quando usamos um aplicativo, ou acessamos algum documento, tudo está sendo acessado através da nuvem. Embora entendemos que, mesmo estando na nuvem, precisamos ainda da segurança da informação, para manter a integridade de nossos dados.

O software como serviço, tem ajudado muitas empresas que dependem desse tipo de modalidade de ofertas de serviço para atender clientes via internet.

Os gestores de empresas, principalmente as de médio e pequeno porte, precisam compreender que, quando decidem investir em computação em nuvem, seus custos com máquinas de infraestrutura reduzem drasticamente.

Eles podem aproveitar essa verba que ficou reservada para contratar mais funcionários, aumentar o tamanho do espaço empresarial, buscar novas parcerias, etc.

Até 2025, como citado anteriormente, o mundo todo já estará tendo acesso às informações por meio da nuvem híbrida. Portanto, antes de comprar novos servidores ou equipamentos para sua empresa, consulte uma solução em nuvem e avalie seu cenário rodando nesta tecnologia. Lembre-se que nuvem não é apenas armazenamento. Todo o poder computacional que seu sistema precisa, seja ele uma loja virtual, ERP, CRM ou website, pode rodar perfeitamente em ambiente de computação em nuvem. Saiba que são muitas as vantagens, por exemplo, em hospedar seu ERP na nuvem.

Além de reduzir custos, a computação em nuvem está unindo diversos gerentes e diretores de empresas em todo o mundo, já que estes não precisam arcar com despesas de transporte e hospedagem para marcarem uma reunião.

Para os que ainda estão indecisos, para que ficar gastando papel e tendo altos gastos com logística se você pode guardar tudo na nuvem?

Quer saber mais sobre computação em nuvem? Fale com um de nossos especialistas, podemos tirar todas as suas dúvidas!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *