Cibersegurança: O que é e porque sua empresa deve se preocupar

0
5
cyberseguranca

Com a transformação digital, os dados têm adquirido uma importância cada vez maior para as empresas – não importa o tamanho ou área de atuação. Devido a isso, manter esses dados seguros têm sido uma preocupação crescente no mundo corporativo e a pergunta: “O que é cibersegurança?” nunca esteve tão em voga.

Isso porque é através da cibersegurança que as empresas podem manter suas informações seguras e prevenir ataques. Em alguns casos, ela chega a ser um fator primordial para a continuidade dos negócios. Assim, é mesmo importante que essa pergunta esteja pairando pela cabeça de tantos gestores.

No artigo a seguir, você confere a resposta para ela e entende porque a sua empresa deve se preocupar com a cibersegurança, além de conferir medidas que as médias e pequenas empresas podem tomar para se proteger. Acompanhe!

O que é cibersegurança

A cibersegurança pode ser definida como um conjunto de medidas, práticas e tecnologias envolvendo sistemas, redes, roteadores, criptografia, hardwares e softwares com o objetivo de garantir a segurança, confiabilidade, integridade e disponibilidade de dados sensíveis e informações.

Seu propósito é, acima de tudo, prevenir ataques e perda de dados pela empresa. Mas também é usada para detectar e combater esses ataques, além de promover uma cultura interna de segurança.

Assim, a cibersegurança tem se tornado uma importante arma de defesa e ataque contra cibercriminosos. E, com o grande número de ameaças cada vez mais sofisticadas presentes no mundo digital, ela já é um fator primordial para a operação e continuidade dos negócios.

Mas, por que a sua empresa deve se preocupar com ela?

Agora que você já sabe o que é cibersegurança, pode estar pensando porque você deveria se preocupar com ela. E o principal motivo para isso é que, sem cibersegurança, a sua empresa se torna vulnerável e as consequências disso podem ser catastróficas.

Para se ter uma ideia, 80% dos negócios passaram por incidentes de segurança ano passado e o custo médio deles ficou em torno de US$ 4 milhões, segundo pesquisa da Safetica. E pior, dois terços das pequenas e médias empresas deixaram o mercado por conta de vazamentos de dados.




Mas, para além de evitar que esses números representam o seu negócio, o investimento em cibersegurança também traz benefícios. Com métodos de automação em segurança trazidos por ela, por exemplo, é possível dar mais fôlego ao setor de TI. Assim, aumentando a produtividade de toda a empresa.

A cibersegurança também pode ser um diferencial de mercado para a sua companhia. Isso porque, com os polêmicos vazamentos que têm acontecido nos últimos anos, o público está buscando marcas que transmitem uma imagem de confiança e responsabilidade com seus dados. E essa pode ser a sua empresa!

Principais medidas de cibersegurança para PMEs

As pequenas e médias empresas estão muito mais vulneráveis aos cibercriminosos do que os grandes players do mercado. Isso pois elas não contam com um grande orçamento para adquirir tecnologias sofisticadas e muitas vezes sequer sabem o que é cibersegurança.

Porém, existem medidas simples e baratas que as PMEs podem tomar para se proteger e garantir a confidencialidade dos dados. Abaixo, você confere as principais delas. Continue acompanhando!

Promoção de uma cultura de cibersegurança

Você sabia que um dos principais motivos de ataques e perda de dados são os próprios colaboradores das empresas? Os cibercriminosos sabem explorar a vulnerabilidade humana e o grande número de ataques phishing mostra a dimensão desse problema.

Assim, explicar as suas equipes o que é cibersegurança e como elas podem se proteger é uma ótima medida que pode prevenir muitos ataques e perdas de dados. Para isso, você pode promover palestras, workshops e treinamentos; todos evidenciando os riscos que a empresa corre e o que pode ser feito para garantir segurança.

Proteção mobile

Para além de conscientizar o seu time sobre o que é cibersegurança, é preciso tomar medidas práticas que garantam proteção. Afinal, nem todos os ataques se dão através da vulnerabilidade humana.

E uma das principais medidas práticas que você pode tomar na sua empresa é buscar garantir proteção para dispositivos mobile. Pois os smartphones, tablets e notebooks estão cada vez mais presentes no ambiente de trabalho e são uma fácil porta de entrada para os cibercriminosos.

Mas você pode fechar essa porta adotando métodos de criptografia dos dados sensíveis nos dispositivos; exigindo um PIN para acesso aos sistemas internos da empresa; mantendo as aplicações instaladas sempre atualizadas; e evitando que os aplicativos internos se conectem à rede pública de wi-fi.




Controle de acessos

Manter um  controle de acessos é outra medida prática que você pode tomar para garantir cibersegurança no seu negócio. Você deve buscar garantir que cada colaborador só tenha acesso aos dados e serviços para os quais ele está autorizado.

Para isso, você pode, por exemplo, restringir o acesso a dados e serviços através de aplicativos de controle; limitar o que pode ser copiado do sistema e salvo em dispositivos storage; moderar o que pode ser enviado e recebido por e-mail, além de várias outras medidas de controle de acessos.

Utilização de senhas fortes

Por fim, você também deve sempre proteger os seus sistemas com senhas fortes, que possuam muitos caracteres, letras minúsculas e maiúsculas, números e caracteres especiais. Além disso, nunca use as senhas geradas automaticamente pelos sistemas, por mais confiáveis que elas possam parecer.

Isso vale para os desktops, dispositivos mobile, softwares e todo e qualquer hardware que guarde dados e informações sensíveis do negócio.

Conclusão

Concluindo, podemos dizer que o investimento em cibersegurança já não é mais um diferencial e sim uma necessidade básica para qualquer empresa. Negócios de todos os portes e áreas de atuação devem investir nela para garantir a proteção de seus dados e informações. E, como vimos, nem sempre esse investimento precisa ser alto. Há medidas simples e baratas que podem ser tomadas.

Se você quiser saber mais sobre cibersegurança e o mundo de TI como um todo, fique de olho aqui no blog da HostOne. Pois sempre trazemos diversas matérias cobrindo o tema. E não deixe de assinar a nossa newsletter para receber os novos conteúdos diretamente na sua caixa de entrada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui