Software livre: vale a pena para sua empresa?

Software livre: vale a pena para sua empresa?

Os softwares livres são uma alternativa aos programas pagos, e geralmente caros, para a sua empresa. Mas será que vale a pena utilizar um software open source no lugar daquele programa top de linha?

Para respondermos essa pergunta, no post de hoje entenderemos melhor o que são os softwares livres e quais são as suas principais características e vantagens. Vamos lá?

O que são os Softwares Livres

Os softwares livres ou open source, são programas de computador desenvolvidos e distribuídos de forma colaborativa. Eles dão aos usuários total liberdade de utilização. E isso quer dizer que qualquer um pode modificar, distribuir, estudar, copiar e melhorar o programa livre.

Mas, apesar de a maioria dos softwares open source ser distribuída de forma gratuita, eles não são a mesma coisa que os “programas grátis”, como é comum se pensar. Para serem considerados softwares livres, eles precisam atender quatro liberdades essenciais:

  • Liberdade para execução do programa como se deseja, para qualquer propósito (liberdade 0).
  • Liberdade para estudar o programa e adequá-lo às necessidades individuais (liberdade 1). Para isso, o acesso ao código fonte é um pré requisito.
  • Liberdade de redistribuição de cópias, de forma a ajudar outras pessoas (liberdade 2).
  • Liberdade de distribuição de versões modificada às outras pessoas. Dessa forma, outros usuários também podem se beneficiar das modificações (liberdade 3). Para tanto, o acesso ao código fonte é um requisito.

Muitas pessoas confundem os softwares livres com softwares gratuitos, mas eles são coisas completamente diferentes. Enquanto nos softwares open source os usuários têm liberdade completa, os programas gratuitos dão apenas liberdade de utilização.

O Whatsapp, por exemplo, é um programa gratuito. Mas ele pertence ao grupo Facebook e você não pode modificá-lo ou redistribuí-lo de forma alguma. Já o Telegram é um software open source e qualquer pessoa pode modificá-lo como quiser e distribui-lo. Inclusive cobrando por isso.

Podemos concluir então que o software livre está mais ligado a uma filosofia de como esses programas são desenvolvidos e distribuídos: democracia e liberdade total.

As vantagens dos softwares open source

Ao contrário do que diz o senso comum, os softwares livres são programas de alta qualidade e que oferecem inúmeras vantagens e benefícios não só aos usuários finais, mas às organizações e empresas também. Dentre eles podemos destacar como principais:

Segurança

Existe a ideia errônea de que, por serem programas livres, os softwares open source não são seguros. Mas, ao contrário do que se pensa, eles são sim completamente confiáveis.


Mantidos por uma enorme comunidade de desenvolvedores e usuários focados em identificar possíveis falhas e realizar todos os teste necessários, eles chegam a ser mais seguros do que muitos dos programas pagos encontrados por aí.

Outro fator que garante ainda mais confiabilidade aos softwares open source, é a possibilidade de acesso ao código fonte do programa. Com isso, é possível vasculhar o software em busca de qualquer Malware ou vulnerabilidade que possa existir e corrigir o problema.

Personalização

Outra vantagem dos softwares livres está na possibilidade de total customização do programa. Isso quer dizer que, por mais que determinado software não atenda todas as necessidades de uma empresa, ele pode ser adquirido e modificado para satisfazer a essas exigências.

Essa personalização é impossível de ser feita nos programas proprietários, e com eles, muitas vezes é necessário comprar outro programa ou plug in apenas para que determinada necessidade da empresa seja atendida.

E com a customização diversos benefícios podem surgir. O Linux, por exemplo, começou como um sistema operacional livre e hoje está em tudo. E vários outras programas já foram desenvolvidos com base nele, inclusive o Android.

Custo benefício

Essa é a principal e mais atrativa vantagem em se optar por um software livre. A maioria desses programas é gratuita e, mesmo nos casos em que é necessário pagar uma primeira licença, a distribuição pode ser feita livremente.

Em uma empresa com 300 computadores, por exemplo, só é necessário comprar a licença para um deles e a distribuição para todos os outros pode ser feita de forma gratuita. No caso de um software proprietário seria necessário comprar 300 licenças.

E o custo para a customização desses programas também é muito baixo, podendo ser feita pela própria estrutura interna de profissionais da empresa.

Afinal, vale a pena optar por um software livre?

Com todas essas vantagens, vale a pena optar por um software livre em detrimento de um software proprietário? Há casos e há casos, mas na maioria das vezes um software open source consegue atender melhor às necessidades e exigências de um negócio do que um software pago.

Podemos tomar como exemplo o LibreOffice. Ele é uma suíte de aplicativos para escritório que vem sendo cada vez mais adotada por empresas do mundo inteiro, mesmo com uma opção paga e considerada top de linha, o Microsoft Office.


Com diversas funções que conseguem brigar com as do Microsoft Office de igual para igual e com outras até mesmo superiores e completamente gratuitas, o programa tem mostrado o potencial do software livre e desmistificado diversas ideias sobre essa categoria de programa.

E o LibreOffice é apenas um dos inúmeros outros softwares livres, de inúmeras outras categorias de programas. Existem vários outros que, assim como ele, conseguem atender bem às necessidades, chegando a superar as opções pagas, e caras, disponíveis no mercado.

Vale muito a pena!

Então sim, vale muito a pena optar por um software open source! O ideal é utilizar os softwares proprietários apenas para operações críticas da empresa, onde a figura de um software livre ainda não existe. Para as operações mais básicas o software open source é a melhor opção.

E mesmo com a necessidade de treinamento de funcionários ou alterações no programa, ele continua sendo mais barato.

Assim, optando por um software livre, a sua empresa pode contar com um programa de altíssima qualidade, seguro,  customizável, e muito mais barato!

Quer saber mais sobre os programas open source e sobre o mercado corporativo e tecnológico como um todo? Então fique ligado aqui no blog da Host One para não perder nenhuma matéria!

E siga as nossas páginas no Facebook, Twitter e Linkedin, sempre postamos muita coisa interessante por lá.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *