Endpoint: proteja sua rede empresarial! Evite roubos de dados

0
856
endpoint
Tempo de leitura: 13 minutos

Endpoint é um assunto que requer atenção. Até mesmo uma empresa pequena está vulnerável aos ataques virtuais. Mas, a dúvida de muitos é a escolha da solução exata. Afinal, nem Antivírus ou Firewall apresentam eficiência contra invasões. Então, como fazer a escolha certa?

Pensando nisso, compartilhamos detalhes sobre a Segurança de Endpoint. Visto que ela engloba uma série de ferramentas que permitem controlar sua Rede corporativa. Logo, atende a proteção contra vulnerabilidades. Tudo isso de forma rápida e simples de acompanhar. Para isso, entenda o que é Endpoint. Em seguida, descubra porque a Segurança de Endpoint vai blindar seu negócio. Confira a seguir!

Endpoint: entenda o que é

Endpoint é qualquer dispositivo que se conecta a uma rede. Por exemplo, na cafeteria acessamos a internet. Ao iniciar a navegação efetuamos um cadastro na página dele. Em seguida, temos o acesso liberado. Nesse caso, seu celular acaba de virar um Endpoint

Agora, vamos pensar em um outro cenário. Supondo que você tenha uma equipe 10 pessoas. Ao longo do expediente, a troca de informações na rede é alta. Isso significa que esses dados precisam de proteção. Além disso, alguns conteúdos são sigilosos. Por exemplo, estratégias de negócio etc. Por isso, a transição de conteúdos entre Endpoints geram vulnerabilidade para o negócio.

Solução para proteger a rede corporativa e seus Endpoints

Já imaginou ter dados de seus clientes expostos? Certamente é uma situação grave. Por isso, trabalhar a segurança dos dispositivos é fundamental. Em seguida, é importante proteger a rede corporativa. Pois, na transição de informações é que a coleta de dados acontece. Portanto, garanta a blindagem durante o processo de comunicação.

Isto é não podemos ignorar essa necessidade. É o mesmo que viajar e deixar as portas destrancadas. Cedo ou tarde, o prejuízo vai aparecer. Então, por que não prevenir? Por isso, a solução para promover um ambiente seguro é adquirir softwares confiáveis. Além disso, implementar tecnologias. Por fim, desenvolver treinamentos para seus colaboradores. Ou seja, oriente sua equipe sobre as boas práticas de segurança. 

No próximo tópico, vamos abordar sobre a Segurança de Endpoint. Ela envolve soluções que mencionamos. Isto é, abrange tecnologias e programas que garantem proteção contra ataques. Veja a seguir, o material completo sobre o tema. 

Segurança de Endpoint: definição 

A Segurança de Endpoint protege a conexão de rede. Inclusive de seus dispositivos. Porque o objetivo é impedir ataques virtuais. Para isso, seus membros devem atualizar os softwares de protecão. Porque ao se conectar, vira um Endpoint. Logo, saem do Firewall corporativo. Porém, essa solução ajuda a monitorar qualquer equipamento. Além disso, temos um controle maior das atividades dos usuários. Assim sendo, identificamos qualquer alteração suspeita com rapidez.

Características da Segurança de Endpoint

O aumento gradativo de roubos de dispositivos eletrônicos cresceu. Com isso as empresas se preocuparam com os dados da sua organização. Pois, muitos funcionários tinham conteúdos confidenciais nos aparelhos. Então, essas informações caíram nas mãos erradas. Por consequência, provocaram grandes impactos negativos na organização. 

Pois isso motivou as empresas a pensar em novas soluções. Além de implantar novas estratégias, técnicas e softwares de proteção. Por isso, a Segurança de Endpoint foca em proteger a rede. Além de favorecer o controle indevido de dados. Veja quais são as outras características principais que você deve saber.

Arquitetura

O software de Segurança Endpoint se baseia na arquitetura cliente-servidor. Ou melhor, instalamos o servidor numa central da empresa. Isto é, representa o computador que gerencia a rede e o dispositivo.

Dispositivos

Os dispositivos só acessam a central de rede com um Software Cliente. Ele é responsável por autenticar o aparelho associado ao servidor. A partir disso, a Rede corporativa se torna segura. Inclusive, ajuda a prevenir o uso indevido de dados. 

Software de proteção

É obrigatório instalar o Software de Proteção em todos os dispositivos da empresa. Ou seja, seus colaboradores precisam seguir essa norma. Assim como os servidores e tudo que estiver na Rede corporativa. 




Segurança Endpoint e outros serviços: veja a diferença!

Serviços como Antivírus, Firewall, Rede e Protection geram confusão com relação a Segurança Endpoint. Para compreender as diferenças de forma detalhada, acompanhe a seguir.

Antivírus

É comum confundir a Segurança Endpoint com Antivírus. Nesse tópico, vamos esclarecer as diferenças. Tanto um quanto o outro, tem o objetivo de proteger. Isto é, identificar e bloquear ataques maliciosos. Além de removê-los também. 

Entretanto, a Segurança de Endpoint protege a infraestrutura completa. Já o Antivírus, foca na proteção do computador instalado. Não só o malware, mas na Segurança de Endpoint que atua com diversas ferramentas.

Elas são responsáveis por agir contra diferentes tipos de ameaças. Sendo assim, o objetivo principal da solução é preservar a integridade dos dispositivos. Além de manter a autenticação do usuário. Dessa forma, os Endpoints e o ambiente ficam blindados.

Firewall

O papel do Firewall é bloquear tráfego de fontes vulneráveis. Imagine seu cliente acessar um site perigoso. Porém, não saber disso. Sem dúvida é nesse momento que o bloqueio acontece. Então, a sua função é peneirar tudo que representa risco. Por isso, determinamos uma série de regras. Isto é, existe o controle de tudo o que entra e sai da Rede. 

Segurança de Rede

A principal função da Segurança de Rede é proteger a infraestrutura. Ou seja, assegurá-las das ameaças. Isto é, tanto a Segurança de Endpoint quanto a de Rede são importantes. Entretanto, o primeiro foca na proteção dos dispositivos antes de blindar a rede. Do contrário, anula toda a segurança.

Endpoint Protection

A única diferença entre um e outro é que o Endpoint Protection garante a segurança na nuvem. Já a Segurança Endpoint foca na proteção da rede local. Isto é, a instalação é feita no servidor central.

Segurança Endpoint: entenda por que a sua empresa precisa usar

Com o avanço tecnológico surgiram novas estratégias de invasão. Segundo o FBI, a polícia federal dos EUA registrou mais de 400 mil crimes virtuais nos últimos 2 anos. Ou seja, um prejuízo acima de 15 bilhões para as vítimas. 

Agora, podemos entender a urgência da Segurança Endpoint na corporação. Pois sem esse bloqueio a organização fica vulnerável a sequestro de dados. Além de perder informações importantes, por exemplo, roubo de senhas bancárias, lentidão de dados e danos. Veja a seguir, detalhes das principais soluções.

Confira as principais soluções da Segurança de Endpoint

Agora é hora de entender com detalhes. Confira os benefícios de adotar essa solução. Pois, a Segurança de Endpoint é tão importante quanto trancar a porta da empresa. Veja a seguir, quais são as principais vantagens.

Economia financeira

A Segurança de Endpoint oferece um sistema unificado. Então, sua empresa conta com múltiplas ferramentas. Inclusive, elas se instalam em todos os dispositivos. Isso significa economia de custo e otimização de tempo. 

Pois a instalação é feita de uma vez só. Por exemplo, sua empresa tem 20 aparelhos e 7 ferramentas de segurança. Imagine instalar manualmente cada software em todos eles. Além do custo, demanda muitas horas. Basta lembrar de quando você instalou o Antivírus nas máquinas da empresa.

Configuração simples e rápida

Basta adquirir o software, instalar e configurar no servidor local. Isto é, o computador que o gestor vai administrar. Ele será responsável pela segurança da Rede. Por consequência, os dispositivos só terão acesso à autorização. Após a configuração do servidor cliente. Depois dessa etapa, a segurança já vai estar ativa.

Gerenciador de Rede centralizado

A vantagem de apostar nessa solução é contar com um gerenciador de Rede centralizado. Dessa maneira, o próprio Gestor de TI pode administrar os Endpoints. Isto é, ele pode controlar permissões de uso, auditar a segurança e gerar relatórios. Além disso, a plataforma monitora a Rede e outras atividades. Inclusive, a vantagem é que todas as ações se realizam de modo remoto.

Bloqueio de ações indesejadas

O gestor sempre tem muitos desafios. Sendo que um deles é pensar na educação da equipe. Pois, a cada avanço tecnológico surgem novas estratégias de invasão. Por isso, a melhor maneira de prevenir ataques é treinar os colaboradores. Em seguida, planejar uma Política de Segurança. Por fim, monitorar as ações dos funcionários. Logo, acompanhar, implementar e atualizar regras é uma tarefa contínua. Porque isso garante mais segurança para a organização.




Afinal, nem sempre as pessoas têm a intenção de prejudicar a corporação. Mas, algumas ações afetam o sistema. Por exemplo, acessar o celular na rede sem autorização. Sem dúvida, pode aumentar a taxa de riscos. Agora, imagine o dispositivo do funcionário com vírus. Porém, ele mesmo não sabe disso. Se não houver regras, um aparelho pode infectar uma máquina. Em seguida, contaminar todas as demais.

Portanto, elaborar uma Política de Segurança é fundamental. Pois, isso instiga o colaborador a seguir normas. Inclusive, para controle seus membros com um software de Segurança de Endpoint. Ou seja, seus funcionários devem instalar em seus respectivos dispositivos.

Segurança Endpoint para pessoa física e jurídica

Existe uma diferença entre Segurança Endpoint para pessoa física e jurídica. No primeiro caso, não há opção de gerenciamento centralizado. Já no segundo sim, pois requer essa necessidade. A partir disso, instalamos o software de segurança. Em seguida, fazemos o mesmo com todos os dispositivo na rede.

Inclusive, a outra diferença para pessoa jurídica é gerar LOGs de desempenho. Além de alertas de avaliação e análise. Então, tem que adotar a segurança em uma empresa com muitos funcionários. Visto que esses dados compartilhados previne contra qualquer ação maliciosa.

Endpoint no Windows: sua empresa precisa ter! 

As ferramentas de Segurança do Windows são ineficientes. Visto que há muitas formas de infecção. Ou seja, o sistema operacional precisa de camadas extras de proteção. Do contrário, torna-se muito vulnerável. Também deve verificar as atualizações do sistema e do navegador.

Porque a desatualização abre brechas para ataques. Além disso, orientamos não acessar sites suspeitos, clicar em links ou anexos desconhecidos. Ou seja, nenhuma solução é eficiente se ignorar as práticas básicas.

Bloqueio de ações indesejadas

O gestor sempre tem muitos desafios. Sendo que um deles é pensar na educação da equipe. Pois, a cada avanço tecnológico surgem novas estratégias de invasão. Por isso, a melhor maneira de prevenir ataques é treinar os colaboradores.

Em seguida, planejar uma Política de Segurança. Por fim, monitorar as ações dos funcionários. Logo, acompanhar, implementar e atualizar regras é uma tarefa contínua. Porque isso garante mais segurança para a organização.

Afinal, nem sempre as pessoas têm a intenção de prejudicar a corporação. Mas, algumas ações podem afetar o sistema. Por exemplo, acessar o celular pessoal na rede sem autorização, conectar um tablet etc. Sem dúvida, pode aumentar a taxa de vulnerabilidade.

Agora, imagine o dispositivo do funcionário com vírus. Porém, ele mesmo não sabe disso. Se não houver regras, um aparelho pode infectar uma máquina e todas as demais. Portanto, elaborar uma Política de Segurança é fundamental. Pois, isso aumenta a responsabilidade do colaborador diante das normas. Inclusive, para controlá-los basta instalar um software de Segurança de Endpoint. Ou seja, basta que eles instalem em seus respectivos dispositivos.

Em suma, adotar medidas de segurança é uma ação consciente. Porque o aumento de crimes virtuais não para de crescer. Logo, prevenir é a melhor forma de garantir seus dados. 

Agora você sabe tudo sobre a Segurança de Endpoint. Mas antes disso, sua empresa precisa de uma estrutura certa. Por isso, indicamos migrar para o serviço Cloud. Quer saber mais? Entre em contato!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui