Qualidade da Imagem, como ter bons resultados?

Capa do post Qualidade da Imagem

A qualidade da imagem ficou ruim? Desproporcional?

Que tal algumas dicas para acertar?

Hoje vamos falar de qualidade de imagem e informações que podem fazer diferença na hora de postar uma imagem. Abordaremos sobre redes sociais, páginas da empresa e postagens no WordPress.

Mas por que isso é importante?

Para uma boa campanha de SEO, até os mínimos detalhes devem ser acertados para que se tenha bom resultado. Ou se você simplesmente não quer fazer feio, desconfigurar a disposição do site, não esbarrar em direitos autorais. Existem vários motivos que podem te levar a preocupar com a qualidade da imagem. Vamos então, começando talvez por um problema mais sério.

Direito Autoral x Direito de Imagem

Segundo a Advogada Paula Menezes do Portal Photos, existe uma grande confusão constante entre direito autoral e direito de imagem. O Direito de Imagem está ligado a retratação de alguém. Por exemplo, se eu fotografo uma determinada pessoa, preciso de uma permissão para que possa utilizar sua imagem, mesmo que sem fins lucrativos. Já o Direito Autorial, diz respeito a o que é produzido. Eu, fotógrafo, faço algumas fotos de um local belíssimo. Posteriormente uma empresa de turismo deseja utilizar estas fotos. Eles necessitam da minha permissão, uma vez que, a autoria das fotos é minha. O contrato celebrado para esta autorização, poderá incluir valores, mas fica a critério das partes.

WIPO, Copyrgith e Creative Commons

WIPO – World Intellectual Property Organization (Organização Mundial de Propriedade Intelectual) foi um tratado firmado por 160 países. O Brasil aderiu ao tratado em 1975 , este tratado consiste em diversos acordos e leis em âmbito mundial para utilização de produções autorais. o que nos leva ao Copyright Creative Commons.

Copyright, e Creative Commons são referentes aos tipos de direitos de utilização de imagem, podendo resumir em:

Direito Adquirido – Como a própria expressão já firma, existem regras e podem ser variáveis conforme as partes.

Uso parcial – Modalidade muito comum, praticada inclusive por empresas de Banco de Imagens, podendo esta imagem ser ou não gratuita.




Uso Livre –  São raras as imagens úteis de uso livre, mas existem, e esta modalidade é a mais utilizada. Mais ao final traremos dicas, fique atento.

Caso tenha interesse, acesse o site Creative Commons para mais informações.

Tamanhos, resizes e configurações

Essa parte é importante pelo motivo simples. Você coloca uma imagem 1800×768 na sua página. É claro que ela vai estourar as dimensões do site, ou no mínimo ser cortada e perder aquilo que você quer. Para isto, vamos listar abaixo os tamanhos ideais para utilização.

Facebook:
Capa: 851 x 315 px
Foto de Perfil: 180 x 180 px
Imagem Compartilhada: 1200 x 630 px
Link com Imagem: 1200 x 627 px
Imagem em destaque: 1200 x 717 px

Twitter:
Capa: 1500 x 500 px
Foto de Perfil: 400 x 400 px
Foto na linha do tempo: 440 x 220 px

O WordPress segue a mesma lógica do Facebook no quesito Link com Imagem. Os temas podem interferir nesta adaptabilidade e alterar a qualidade da imagem. Para páginas da internet o formato pode variar conforme a construção do site, principalmente se este for responsivo.

Caso queira verificar outras redes sociais, confira a fonte: PhancyBox

Para não se perder a qualidade da imagem, o designer deve recortar o conteúdo desejado para a área. Caso não seja possível, as vezes o resize poderá ajudar, caso a imagem seja Bitmap. Caso esta seja JPeg, inevitavelmente ela perderá a qualidade. Caso não conheça a diferença entre elas…

Técnicas de Compressão – JPEG vs PNG e o BMP

Existem diferenças entre estes dois tipos de imagens e muitos não entendem muito bem. São maneiras de como imagens são apresentadas e comprimidas ou não. O formato JPEG é a técnica de compressão mais conhecida pela sua boa qualidade e leveza. Mas vamos aos detalhes mais técnicos.

JPEG – Joint Photographics Experts Group. Este o formato mais econômico conhecido. Imagine uma folha de mapa cartesiano. Cada quadradinho é colorido de uma cor até se formar a imagem. Assim é o entendimento da imagem em JPEG. O compressor grava o entendimento de que, cada coordenada da imagem, possui uma cor e apenas isso. Ao tentarmos redimensionar a imagem, estas coordenadas se perdem, estourando a qualidade da imagem.




PNG – Portable Netword Graphics. Este método veio para substituir o GIF, uma vez que este não apresentava mais uma qualidade desejada. O lado positivo do arquivo PNG é que, além da remoção do canal alfa(fundo da imagem.), ele permite a configuração da compressão feita. Podendo o mesmo arquivo, ter versões de qualidades diferentes. Outro fator positivo do alfa é a adaptação da opacidade dos pixels, removendo o famoso ‘serrilhado’ das imagens.

BMP – Bitmap foi a nomenclatura dada para a técnica onde o computador faz um cálculo para determinar a imagem. Ao invés dele gravar qual ponto possui qual cor, ele faz um cálculo para determinar o tamanho, curvatura e cor da imagem. Sendo assim, ao ser redimensionada, ele apenas reconsidera o tamanho da imagem, aplicando os mesmos cálculos. Por ser um cálculo constante, ela não é comprimida, portanto, é um arquivo naturalmente pesado.

Imagem mostrando a diferença da qualdiade da imagem dos quatro tipos

Não aguenta mais procurar?

A qualidade da imagem pode ser um diferencial muito grande para a conquista de um cliente. Para isso, como prometido anteriormente:

Os 5 melhores bancos de imagens gratuitos:

  • Freepik: Uma ótima fonte de arquivos vetorizados, ícones e fotos. Cada arquivo contém informações de sua fonte e o tipo de direito legal próprio.
  • Public Domain Pictures: Imagens de domínio público, contendo várias imagens de diversos tipos e categorias, uma excelente fonte.
  • EveryStockPhoto: Este site pode ser considerado um indexador de banco de imagens. O Google dos bancos de imagem. Ele faz a sua pesquisa em diversos bancos, deixando sujeito a conferir posteriormente os direitos da foto.
  • Pixabay: Fotos, vídeos, vetores e ilustrações, todas elas com direitos CC0. Ou seja, qualquer aplicação, sem necessidade de citar nada.
  • PicJumbo: Várias imagens de ótima qualidade, apesar de possuir uma assinatura premium, o conteúdo oferecido gratuito é excelente.

Caso você ainda queira mais, verifique esta fonte, onde obviamente terá estes sites citados, assim como outros. Existe uma quantidade considerável de páginas com bancos de imagens, podendo ser gratuitos, bancos pagos, basta conferir qual atende melhor sua necessidade. Se você gosta de fotografia, é perigoso se perder em meio a tantas boas fotos.

Esperamos ter auxiliado com as dicas e ter retirado alguma dúvida de o que fazer na hora de postar. Ficamos por aqui.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *