10 motivos que justificam o poder da migração para a nuvem e como impactam a TI

10 motivos que justificam o poder da migração para a nuvem e como impactam a TI

Há muitas boas razões que justificam a migração para a nuvem, mas a principal, é que faz sentido comercial. Você pode chamar de eficiência, ou apenas de fazer mais com menos. De qualquer maneira, a computação em nuvem permite concentrar-se no que é importante: o seu negócio.

A computação em nuvem pode ser usada para quase todos os tipos de aplicações. Não apenas para segurança do negócio, como é comum se pensar. E embora a ideia da computação em nuvem às vezes pareça difícil de entender, é claro que significa uma economia para quem a usa, especialmente PMEs.

Neste artigo, vamos apresentar todos os motivos que o farão realizar a migração para a nuvem em sua empresa.

As desvantagens do armazenamento tradicional

Saber quais são as desvantagens do armazenamento local é importante para entendermos como uma migração para a nuvem é vantajosa. E um dos principais pontos negativos do armazenamento local é o custo. Criar e manter um sistema de armazenamento local é bastante caro. O hardware e o software podem custar milhares de dólares dependendo da quantidade de espaço que você precisa. E a atualização também pode ser dispendiosa, já que quando você precisa de mais espaço, precisa, também, comprar mais hardware.

Outra desvantagem do armazenamento tradicional é a falta de segurança. Um desastre no ambiente, como enchentes e incêndios, por exemplo, destruirá seus backups locais. Ter backups off-site é inteligente, no entanto, requer mais trabalho para mantê-los, pois cada vez que seus dados precisam ser atualizados, os backups off-site também precisam passar por um update. E isso significa trazê-los para atualização, demandando tempo e recursos que poderiam estar sendo investidos em questões mais importantes.

Manter um armazenamento local também requer bastante recursos com manutenção. Tanto o software quanto o hardware precisam passar por revisões e, se qualquer peça apresentar problemas, os custos e os transtornos podem ser enormes.

Além disso, o armazenamento local requer bastante espaço no seu escritório para o rack ou uma sala de servidores/ armário. E uma equipe de TI especializada para lidar com a infraestrutura também é necessária para poder lidar com todas as questões técnicas de um armazenamento local.

Tudo isso para depois de um tempo, toda a estrutura ter que ser atualizada, demandando mais investimentos, tempo, recursos e mão de obra cada vez mais especializada.

As vantagens trazidas pela migração para a nuvem

Ao fazer a migração para a nuvem essas desvantagens desaparecem. Os gastos com a compra de hardware e software deixam de existir, assim como os custos com manutenção; você pode contar com um ambiente completamente protegido contra ameças reais e virtuais; você ganha muito mais espaço interno para a sua equipe trabalhar e tanto o hardware quanto o software passam por atualizações constantes, o que assegura que a sua estrutura vai acompanhar o mercado, garantindo competitividade.

Mas indo além, a nuvem traz ainda inúmeros outros benefícios que têm o potencial de revolucionar a sua empresa:

1. Flexibilidade

Os serviços baseados em nuvem são ideais para empresas com demanda crescente ou flutuante. Se as suas necessidades aumentarem, é fácil também aumentar a capacidade da nuvem, com base nos servidores remotos do serviço. Poder de processamento, largura de banda, espaço de armazenamento e diversos outros recursos podem passar por um upgrade para garantir que a demanda será suprida.




Da mesma forma, se você precisa reduzir novamente, a flexibilidade é igualmente simples. Esse nível de agilidade pode dar às empresas que usam a computação em nuvem uma vantagem real sobre os concorrentes.

2. Recuperação de desastres

As empresas de todos os tamanhos devem estar investindo em uma recuperação robusta de desastres, mas para pequenas empresas que não possuem o dinheiro e os conhecimentos necessários, isso é muitas vezes mais ideal do que a realidade.

A nuvem, agora, está ajudando mais organizações a reduzir essa tendência. Soluções baseadas em nuvem economizam tempo, evitam grandes investimentos iniciais e desenvolvem expertise de terceiros como parte do negócio. Na nuvem, toda a estrutura está resguardada de ameaças reais e virtuais e você não paga nada a mais por isso.

Então, mesmo em caso dos piores desastres, como um incêndio ou enchente no prédio da empresa, você não corre o risco de ver seus equipamentos e dados, encharcados ou fritos.

3. Atualizações automáticas de software

A beleza da computação em nuvem é que os servidores estão fora de sua necessidade de supervisão ou manutenção. Os fornecedores cuidam deles para você e lançam atualizações regulares de software – incluindo atualizações de segurança – para que você não precise se preocupar com o desperdício de tempo mantendo o sistema você mesmo. Assim, você fica livre para se concentrar em coisas que realmente importam, como traçar estratéia e crescer o seu negócio.

4. Despesas de capital livre

A computação em nuvem reduz o alto custo de hardware e software. Você simplesmente paga pelo que precisa e desfruta de um modelo baseado em assinatura que é gentil com seu fluxo de caixa. Podendo, também, contar com equipamentos de última geração por um preço bem mais em conta.

Adicione a isso a facilidade de configuração e gerenciamento e, de repente, seu projeto de TI assustador se parece muito mais amigável.

5. Aumento da colaboração

Quando suas equipes podem acessar, editar e compartilhar documentos a qualquer momento, de qualquer lugar, eles podem fazer mais juntos e fazê-lo melhor. O fluxo de trabalho e os aplicativos de compartilhamento de arquivos baseados em nuvem os ajudam a fazer atualizações em tempo real e dá-lhes plena visibilidade de suas colaborações.

6. Trabalhar de qualquer lugar

Com a computação em nuvem, se você tiver uma conexão com a internet, você pode estar no trabalho. E com os serviços de nuvem mais sérios que oferecem aplicativos para dispositivos móveis, você não está restringido pelo dispositivo que você precisa entregar.

Assim, as empresas podem oferecer vantagens trabalhistas mais flexíveis para os funcionários, para que possam aproveitar o equilíbrio entre o trabalho e a vida que lhes convir, sem que a produtividade decaia. Um estudo relatou que 42% dos trabalhadores trocariam uma parte de seu salário pela capacidade de telecomutação. Em média, eles estarão dispostos a tomar um corte salarial de 6%.

Mas a nuvem vai além e permite também outros modelos alternativos de trabalho. Com todos os sistemas e interfaces disponíveis pela internet, por qualquer dispositivo, a empresa pode investir no BYOD, por exemplo. Nesse modelo, os colaboradores trazem os seus próprios dispositivos para trabalhar. O que reduz custos com a compra e manutenção de equipamentos, além de garantir mais conforto para os funcionários.

7. Controle de documentos

Quanto mais empregados e parceiros colaborarem em documentos, maior a necessidade de controle de versão para documentos. Antes da nuvem, os trabalhadores deveriam enviar arquivos para frente e para trás como anexos de e-mail para serem trabalhados um usuário por vez. Mas, cedo ou tarde, esses trabalhadores acabavam com uma bagunça de conteúdo, formatos e títulos de arquivos conflitantes.




Quando você faz a migração para a nuvem, todos os arquivos são armazenados centralmente e todos veem uma versão da verdade. Uma maior visibilidade significa uma colaboração melhorada, o que, em última análise, significa um melhor trabalho.

8. Segurança

Computadores portáteis perdidos são um problema comercial de bilhões de dólares. E potencialmente maior que a perda de um item caro é a perda dos dados sensíveis dentro dele.

A computação em nuvem oferece maior segurança quando isso acontece. Como seus dados são armazenados na nuvem, você pode acessá-los, não importa o que aconteça com sua máquina. Com isso, você pode limpar remotamente dados de notebooks perdidos para que ele não caiam nas mãos erradas. E não importa quando, onde, ou como, desde que você tenha acesso a internet.

9. Competitividade

Se você deseja que houvesse um passo simples que você pudesse tomar para se tornar mais competitivo, saiba realizar a migração para a nuvem da sua infraestrutura dá acesso à tecnologia de ponta, para todos. Isso significa que até micro empresas podem ter acesso a recursos antes impossíveis, podendo, hoje, competir de igual para igual(pelo menos em termos tecnológicos) com grandes e médias empresas, já estabelecidas no mercado.

Isso também permite que empresas menores atuem mais rápido do que concorrentes grandes e estabelecidos. O serviço de pagamento por demanda e os aplicativos de negócios em nuvem, por exemplo, dão uma agilidade enorme para o gerenciamento da empresa como um todo.

A nuvem é extremamente democrática e tem espaço e recursos para empresas de todos os tamanhos, áreas e orçamentos.

10. Ambientalmente amigável

Embora os pontos acima especifiquem os benefícios da computação em nuvem para o seu negócio, há também benefícios para todo o ambiente que o cerca. E não é apenas seguir a tendência do “Green IT”, pois os impactos de uma estrutura interna no meio ambiente são enormes. Basta citar o gasto de energia para vermos como o meio ambiente pode ser prejudicado.

Fazendo a migração para a nuvem, quando a sua demanda flutua, a capacidade do servidor aumenta ou diminui,se adequando. Então, você só usa a energia que precisa e não deixa pegadas de carbono de grandes dimensões. Assim, você contribui com a sua parte para termos um mundo melhor.

Hoje em dia é possível migração para a nuvem de praticamente qualquer sistema que rode internamente na empresa, já pensou nisto? Seu sistema atual rodando na nuvem, com muito mais flexibilidade e segurança?

Gostou do artigo? Então, entre em contato com a Host One e saiba como podemos ajudar seus negócios a crescerem!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *