4 segredos que nunca te contaram sobre a computação em nuvem

4 segredos que nunca te contaram sobre a computação em nuvem

A evolução acelerada da tecnologia fez com que a computação em nuvem (cloud computing) passasse de uma ideia à realidade de forma extremamente rápida. É inegável que utilizar esse conceito de trabalho traz muitas vantagens, mas ainda há muita dúvida sobre ele e sobre quem pode auxiliar de verdade na migração para serviços da nuvem.

Vamos contar aqui quatro segredos que vão ajudar a entender melhor o funcionamento e os benefícios da computação em nuvem. Confira!

1. Migrar para a nuvem é barato

É muito comum o pensamento de que contratar um fornecedor de serviços em nuvem terá um alto custo para a empresa. Na verdade, o que ocorre é o contrário, pois migrar para a nuvem é mais barato do que manter uma estrutura de data centers própria.

Além disso, na computação em nuvem existe uma grande vantagem, que é a escalabilidade. Assim, a empresa que contrata os serviços só paga pelos recursos utilizados, e pode escolher usar mais ou menos deles a qualquer momento.

E além de reduzir os custos com a manutenção de data centers, manter os dados na nuvem também impede que ocorram prejuízos com a perda de documentos e de dados importantes, em caso de acidentes.


2. Computação em nuvem é mais segura

Poder acessar os dados do negócio de qualquer lugar é uma maravilha, mas existem pessoas que acham que por esse motivo não existe segurança de dados na nuvem.

Quando as informações de uma empresa estão armazenadas na nuvem, elas ficam protegidas pelos firewalls e antivírus mais modernos, que sempre são atualizados por profissionais especializados, além de serem programas criados justamente para guardar dados em grande escala.

Data centers instalados na própria empresa e administrados fisicamente estão muito mais sujeitos a ataques e necessitam de manutenção constante para que a segurança esteja sempre atualizada.

3. Trabalhar em nuvem é mais fácil

Trabalhar em nuvem simplifica o dia a dia. Na nuvem, as aplicações estão todas integradas e trazem informações atualizadas, sendo possível acessá-las de qualquer lugar que tenha conexão com a internet.

Isso é muito mais simples do que interligar informações quando se utilizam diversos sistemas independentes dentro da empresa. Muitas vezes, um departamento não consegue enxergar os dados que precisa do outro, simplesmente porque suas aplicações não se conversam.

Então basta a empresa escolher quais recursos quer usar e contratá-los para ter um ambiente de trabalho automaticamente integrado e acessível a todos.


4. O armazenamento na nuvem serve para negócios de todos os tamanhos

Por ser uma tecnologia divulgada por grandes empresas, muitos pensam que só outras grandes empresas podem contratar seus serviços. Como já foi mencionado, pagar por computação em nuvem é pagar somente pelos recursos de fato utilizados.

Com esse cenário, pequenas empresas e startups também têm todas as condições para aproveitar os benefícios, sem se preocupar que o orçamento não seja suficiente para isso. Existem todos os tamanhos de empresas fornecendo soluções em nuvem.

E então, com esses esclarecimentos ficou mais fácil decidir se vale a pena usar a computação em nuvem? Empresas de qualquer porte devem analisar o cenário atual e entender que podem se beneficiar com as novas possibilidades da tecnologia, fazendo frente à concorrência no mercado e se colocando em uma posição de destaque.

Quer descobrir mais segredos da computação em nuvem? Entre em contato conosco para saber tudo sobre o assunto. Nós ficaremos satisfeitos em ajudar!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *